Versão Beta

Cerca

Vatican News
Card. Arlindo Gomes Furtado, Bispo de Santiago, Cabo Verde Card. Arlindo Gomes Furtado, Bispo de Santiago, Cabo Verde 

Card. Furtado: “Com os jovens descobrir novas linguagens para evangelizar outros jovens"

Os jovens são uma força e uma fonte de inspiração e de criatividade, asseguram a Igreja hoje e no futuro terão responsabilidades acrescidas – palavras do Cardeal bispo de Santiago, em Cabo Verde, D. Arlindo Gomes Furtado, comentando o Sínodo dos Bispos a decorrer no Vaticano sobre o tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.

P. Bernardo Suate – Cidade do Vaticano

Não devemos, contudo, esquecer que alguns dos jovens, observa o Purpurado, também têm fragilidades, e outros tiveram experiências pouco positivas na família. Mas em geral, os jovens fazem parte da Igreja, é preciso trabalhar com eles e com eles descobrir novas formas para testemunharmos hoje, mais eficazmente, o amor de Cristo de Cristo.

Linguagem e capacidade dos jovens para apresentar Cristo hoje

Será nossa tarefa, portanto, com a linguagem e capacidade técnica dos jovens, apresentar  Jesus Cristo ao mundo de hoje que tanto precisa.

Quanto ao desenrolar-se do Sínodo, após a primeira fase dedicada à escuta dos jovens, D. Arlindo Furtado referiu-se à fase do acompanhamento à qual se seguirá a terceira fase, a da escolha e da decisão a tomar.

Igreja positiva sobre envolvimento dos jovens em África

Por último, o Cardeal cabo-verdiano falou do contributo da Igreja em África, e em particular dos jovens. “Os Padres Sinodais e a Igreja em geral têm uma posição muito positiva quanto ao envolvimento dos jovens em África”, apesar dos diferentes contextos e situações em que se encontram.

Com os jovens evangelizar outros jovens

De uma maneira geral, a Igreja em África considera que se podem envolver os jovens e, com eles, evangelizar os outros jovens em todas as esferas de vida (no trabalho, escolas, Universidades, lugares de lazer e na sociedade em geral). Os jovens em África são tidos como protagonistas na construção da Igreja para o nosso tempo – rematou o Cardeal Furtado.

Entrevista na íntegra com o Cardeal, já a seguir:

Oiça aqui a reportagem e partilhe:
10 outubro 2018, 16:36