Cerca

Vatican News
2018.08.09 Mons Ernesto Maguengue vescovo Ausiliare di Nampula Mozambico D. Ernesto Maguengue, Bispo auxiliar de Nampula, Moçambique 

Igreja em África está cada vez mais forte - D. Ernesto Maguengue

A Igreja africana está cada vez mais forte apesar das dificuldades que o continente enfrenta - palavras do bispo auxiliar de Nampula, norte de Moçambique. Uma afirmação feita à margem do encontro do SECAM, recentemente realizado em Kampala, no Uganda.

Anastácio Sasembele - Luanda

Dom Ernesto Maguengue foi  entrevistado pela Rádio Vaticano em Kampala, Uganda, à margem da abertura das celebrações do Jubileu dos 50 anos do Simpósio das Conferências Episcopais de África e Madagáscar (SECAM). Nessa ocasião, disse que a graça de Deus também actuou nos corações de cada cristão africano e apontou caminhos para se ultrapassar problemas que muitos países africanos enfrentam, como as guerras, a fome, doenças, a problemática das seitas religiosas e o tribalismo, situações que,  no seu entender,  influenciam, directa ou indirectamente, a acção da Igreja na terra, cuja missão é a santificação do homem.  

Autosustentabilidade é também um dos grandes desafios da Igreja católica em África. a este respeito, Dom Ernesto defendeu que é preciso desenvolver uma mentalidade eucarística. O prelado apelou, por outro lado, as lideranças políticas africanas a abandonarem o orgulho e olharem mais para as necessidades das populações.   

O SECAM celebra a 29 de Julho de 2019, 50 anos de existência, o jubileu está a ser vivido sob lema “Igreja Família de Deus em África celebra o teu jubileu! Proclame Jesus Cristo, teu Salvador.”

Oiça

 

10 agosto 2018, 11:42