Versão Beta

Cerca

Vatican News
Governo reafirma empenho por uma educação inclusiva e de qualidade Governo reafirma empenho por uma educação inclusiva e de qualidade  (AFP or licensors)

Angola: Governo reafirma empenho por uma educação inclusiva e de qualidade

O Executivo angolano perspectiva o aumento de 20% no Orçamento Geral do Estado no período 2018/2022, destinado à melhoria da qualidade da educação e do ensino, afirmou o vice-presidente da República, Bornito de Sousa.

Anastácio Sasembele - Luanda

O governo angolano reafirma o compromisso de acabar com o fenómeno de crianças fora do sistema de ensino. Angola conta com cerca de dois milhões de crianças fora do sistema nacional de ensino no presente ano lectivo (2018), iniciado em Fevereiro, de acordo com dados preliminares do Governo angolano.

Cinco mil escolas nos próximos anos

Aproximadamente cinco mil escolas devem ser construídas nos próximos anos pelo Executivo angolano, de forma a pôr fim ao problema de crianças fora do sistema de ensino;

Garantir educação inclusiva e de qualidade

Estes e outros problemas ligados ao sector da educação em Angola foram analisados num encontro nacional de educação que decorreu em Luanda de 6 a 10 do corrente mês e teve como finalidade analisar com a sociedade civil o estado actual da educação e ensino em Angola, visando a tomada de decisões mais adequadas para se garantir uma educação inclusiva e de qualidade.

Aumento de 20% no OGE

O Executivo perspectiva o aumento de 20 porcento no Orçamento Geral do Estado (OGE) no período 2018/2022 destinado à educação, no âmbito da melhoria da qualidade da educação e do ensino, afirmou no encontro, o vice-presidente da República, Bornito de Sousa que garantiu, por outro lado, a aposta na qualidade da educação e ensino.

E a ministra angolana da Educação, Maria Cândida Teixeira, disse que o desenvolvimento do ensino primário com a qualidade requerida, para que constitua a base de todas as aprendizagens com sucesso, constitui-se numa das prioridades do ministério da Educação para os próximos anos.

Oiça aqui e partilhe:

 

11 maio 2018, 10:30