Vatican News
Capela onde Francisco e Bento XVI rezaram juntos em 2013 poderá ser visitada Capela onde Francisco e Bento XVI rezaram juntos em 2013 poderá ser visitada  (Vatican Media)

Vila Pontifícia em Castel Gandolfo com abertura especial de abril a outubro

A visita a Castel Gandolfo, que já foi residência de verão dos Papas, é uma boa opção de passeio aos turistas e peregrinos que visitam a Cidade Eterna. O local foi transformado em Museu em 2016, por desejo do Papa Francisco.

Jackson Erpen – Cidade do Vaticano

De abril a outubro de 2019, com exceção dos meses de julho e agosto, a Vila Pontifícia de Castel Gandolfo receberá visitantes também aos domingos. Construída sobre uma colina, com vista para o Lago Albano - também conhecido como Lago de Castel Gandolfo – é distante 20 km de Roma.

Ouça e compartilhe!

Por iniciativa do Papa Francisco, o local que por longos anos foi a residência de verão dos Papas, que fugiam do calor da Cidade Eterna, foi transformado em Museu em outubro de 2016. 

Desde o ano de 1596, apenas 15 dos 33 Pontífices pernoitaram ou passaram alguns dias na residência. Em 1914, chegou a acolher refugiados do primeiro conflito mundial. Francisco lá esteve para visitar Bento XVI após sua renúncia, em 23 de março de 2013. (Apartir de maio do mesmo ano, o Papa emérito passou a residir no Mosteiro Mater Ecclesiae, nos Jardins Vaticanos)

No Palácio Apostólico de Castel Gandolfo é possível visitar o Apartamento Pontifício, contemplar pinturas, admirar as vestes litúrgicas, uniformes, além de outras curiosidades. O itinerário começa pela Sala dos Suíços, passando pelo Salão Verde - onde eram realizados os encontros oficiais - a Galeria de Música, a Sala do Trono e a Sala dos Consistórios - onde o Pontífice encontrava os cardeais. É possível também visitar os aposentos dos Papas - desprovidos de qualquer luxo ou ostentação - a biblioteca próxima ao escritório - onde foram escritas inúmeras Encíclicas e homilias – e a capela com o ícone da Virgem de Czestochowa, onde Bento XVI e Francisco rezaram juntos em 2013.

Também estão expostos a cadeira gestatória do Papa Pio IX e o BMW usado pelo Papa Wojtyla nos deslocamentos ao Castelo durante o verão.

Informações úteis

 

Graças à estação quente, a abertura extraordinária aos domingos (das 10h00 às 15h00, com a última entrada às 14h00) representa uma oportunidade única para organizar com a família e amigos um passeio fora de Roma, e mergulhar nos tesouros da arte, nas belas paisagens e na gastronomia da região dos “Castelli Romani.”

Renovado também este ano o acordo de colaboração com o Atac  (Empresa de Transporte Público de roma) que prevê - exclusivamente para aberturas especiais  aos domingos e sujeitas a verificação de disponibilidade - os seguintes descontos (estendidos também a um acompanhante) para todos os que possuem a pasagem “Metrebus” e o “Roma Card” dentro da validade:

Visita ao Palácio Apostólico de Castel Gandolfo: € 7

Visita ao Jardim Barberini das Vilas Pontifícias em um veículo ecológico: € 16

Passeio nos Jardins da Villa Barberini em Castel Gandolfo: 8 €

As reservas para as visitas podem ser feitas no site oficial dos Museus Vaticanos www.museivaticani.va ou comprados diretamente na entrada do Palácio Apostólico de Castel Gandolfo.

05 abril 2019, 16:36