Vatican News
Está previsto um encontro entre o Papa e al Sistani, a máxima autoridade muçulmana xiita do país Está previsto um encontro entre o Papa e al Sistani, a máxima autoridade muçulmana xiita do país  (AFP or licensors)

Dom Walmor: o mundo precisa da coragem e da fraternidade do Papa Francisco

O presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo, em mensagem sobre a iminente viagem do Papa ao Iraque, que começa nesta sexta-feira (5), louva a Deus pelo testemunho de fé do Pontífice que inspira pessoas e transforma culturas, pela coragem, coração aberto e exemplaridade fraterna, que “é o que o mundo mais precisa”.

Andressa Collet – Vatican News

Ouça a reportagem e compartilhe

“A missão do Papa Francisco no Iraque é rica de lições para o mundo, especialmente no que se refere ao diálogo inter-religioso e ao compromisso cristão de se promover a paz.”

Assim o presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo, define a iminente visita do Pontífice ao Iraque, que começa nesta sexta-feira (5). Uma viagem que está sendo considerada a mais difícil e importante do pontificado de Francisco ao decidir encontrar os cristãos do país e estender a mão aos muçulmanos, também em sinal de apoio à reconstrução de um Iraque devastado pelas guerras e pelo terrorismo:

“O Papa Francisco visita um país que sofre com a guerra, em que a população está em permanente estado de medo, uma nação de maioria muçulmana. De coração aberto, o Papa Francisco, com a sua simplicidade, com seu ardor missionário, vai testemunhar o que está na sua Carta Encíclica ‘Fratelli tutti’, ensinando que as diferenças não são barreiras para se construir a amizade social. Quando as diferenças são trabalhadas e administradas no amor e no compromisso fraterno do diálogo, elas se tornam riquezas.”

Inspiração e exemplo para os cristãos no mundo

O arcebispo de Belo Horizonte/MG também acredita a viagem do Papa ao Iraque, mesmo para quem vive num contexto longínquo, como aquele do cristão brasileiro, possa servir de inspiração para testemunhar o Evangelho no dia a dia. O exemplo de Francisco, com essa peregrinação de 3 dias junto ao povo do Iraque, é mais um grande passo em direção à fraternidade e à amizade social:

“Cada cristão possa inspirar-se no exemplo do Papa Francisco, testemunhando a fé não apenas com palavras, mas com a disponibilidade para dialogar, para ouvir, cultivando proximidade. Essa presença afetuosa, sincera, é forte testemunho do Evangelho, inspira pessoas, transforma culturas. Permaneço em comunhão com Papa Francisco em minhas orações, suplico a Deus que o ilumine de modo ainda mais especial nessa sua importante missão no Iraque. Deus seja louvado por sua coragem, por seu coração aberto, por sua exemplaridade fraterna, é o que o mundo mais precisa.”

04 março 2021, 10:44