Tráfico de pessoas, assembleia geral na Itália de 200 religiosas de Talitha Kum Tráfico de pessoas, assembleia geral na Itália de 200 religiosas de Talitha Kum 

Tráfico de pessoas, assembleia geral na Itália de 200 religiosas de Talitha Kum

Religiosas de todos os continentes e delegados da organização comprometida com a luta contra o tráfico e a exploração humana se reunirão em Sacrofano, perto de Roma, de 18 a 23 de maio. Está programada uma audiência com o Papa Francisco.

Vatican News

Mais de 200 delegados de Talitha Kum, representando religiosas e religiosos, leigos, jovens e sobreviventes ativamente engajados na luta contra o tráfico de pessoas, se reunirão para a segunda assembleia geral da Talitha Kum, que também marca o 15º aniversário da organização constituída em 2009 na União Internacional das Superioras Gerais (UISG). Os delegados se reunirão de 18 a 24 de maio de 2024 na Fraterna Domus, em Sacrofano. A Assembleia Geral terá início no domingo, 19 de maio, com uma liturgia eucarística celebrada pelo cardeal João Braz de Aviz.  Todos os participantes da Assembleia, representantes das redes de Talitha Kum presentes em 90 países ao redor do mundo, se reunirão para dialogar, ouvir, discernir e compartilhar como continuar seu compromisso e enfrentar estrategicamente o tráfico, um mal moderno que envolve o mundo. Dessa forma, os membros de Talitha Kum continuam a responder ao apelo do Papa Francisco de “não ficar parado, mobilizar todos os nossos recursos na luta contra o tráfico e restaurar a plena dignidade daqueles que foram vítimas”.

“Compaixão em ação para a transformação

“No caminho juntos para acabar com o tráfico de seres humanos: compaixão em ação para a transformação” é o tema escolhido para este aniversário. Ele dá o tom dos objetivos da assembleia, que pretende ser: um encontro transformador de ação de graças, compartilhamento, avaliação e avanço. A Assembleia espera produzir uma declaração final com prioridades e pontos estratégicos que engajarão Talitha Kum nos próximos cinco anos - 2025 a 2030 - para que haja mais progresso e fortalecimento de redes e colaborações. Uma abordagem sinodal e de baixo para cima será adotada durante a Assembleia, com a ajuda de facilitadores.

Para atingir esses objetivos, o programa incluirá momentos de avaliação, contribuições de especialistas como o cardeal Luis Antonio Tagle, Safek Pavey do ACNUR Turquia, irmã Norma Pimentel, vencedora do prêmio Catholic Extension Spirit of Francis 2023 por seu trabalho com refugiados e imigrantes nos Estados Unidos, a embaixadora da Austrália junto à Santa Sé Chiara Porro, e muitos outros, mesas redondas envolvendo pessoas diretamente envolvidas no acompanhamento de sobreviventes e jovens, facilitando o compartilhamento de boas práticas e discussões em grupo. A sessão plenária de encerramento, aberta ao público, será realizada na quarta-feira, 22 de maio. Os delegados se reunirão com convidados presentes, organizações parceiras e embaixadores juntos à Santa Sé para fornecer feedback sobre a Assembleia, apresentar a Declaração Final e responder a perguntas. Em seguida, haverá a comemoração do 15º aniversário.

Audiência com o Papa

A assembleia será concluída na quinta-feira, 23 de maio, com uma audiência privada com o Papa Francisco; uma liturgia celebrada pelo cardeal Michael Czerny na Basílica de São Pedro; e a cerimônia de entrega do Prêmio Irmãs contra o Tráfico no auditório Augustinianum, em Roma. Três irmãs serão homenageadas por sua excepcional coragem, criatividade, cooperação e realizações na proteção de suas comunidades contra o tráfico de pessoas. Formalmente instituída pela União Internacional das Superioras Gerais (UISG) em 2009, Talitha Kum é a Rede Internacional da Vida Consagrada contra o Tráfico de Pessoas. Talitha Kum trabalha de baixo para cima e suas redes membros se envolvem em respostas centradas na pessoa e na comunidade que as ajudam a alcançar meninos e meninas, homens e mulheres presos no tráfico de pessoas ou em seu caminho para a libertação.

Combater o tráfico e a exploração em todas as partes do mundo

“A assembleia é um momento único para nos reunirmos, dialogarmos e, acima de tudo, definirmos as estratégias que adotaremos nos próximos anos para combater o tráfico e a exploração em todas as partes do mundo. Compartilhamos nossos sucessos e desafios, ouvindo vozes novas e diferentes, e fazer isso juntos é a chave para nos fortalecermos e nos tornarmos mais eficazes em nossas ações", diz a irmã Abby Avelino, MM, coordenadora internacional de Talitha Kum. Talitha Kum", diz uma nota, expressando gratidão ao Conselho da UISG, aos doadores e aos parceiros pelo apoio nessa missão contra o tráfico humano: ”Sou grata pelo apoio do Conselho da UISG e de seus membros, que confiaram a nós, membros da Talitha Kum, essa iniciativa de missão profética, enquanto trabalhamos juntos na luta contra o tráfico humano. Também sou grata aos nossos doadores e parceiros nessa missão e, acima de tudo, ao amor de Deus que nos guia em direção à compaixão e à ação transformadora", conclui a irmã Avelino.

Obrigado por ter lido este artigo. Se quiser se manter atualizado, assine a nossa newsletter clicando aqui e se inscreva no nosso canal do WhatsApp acessando aqui

17 maio 2024, 15:11