Busca

Vatican News
5ª Conferência Internacional "Mente, corpo e alma" 5ª Conferência Internacional "Mente, corpo e alma" 

Parolin: sem um ecossistema equilibrado corremos o risco de um colapso

Em uma mensagem em vídeo para a abertura da 5ª Conferência Internacional "Mente, corpo e alma", promovida pelo Pontifício Conselho para a Cultura e pela Fundação Cura, o secretário de Estado do Vaticano sublinha que, ao longo de milênios, o homem tem sido capaz de progredir ao ponto de desenvolver múltiplas culturas. Mas não raro, "a história da humanidade também tem sido marcada por egoísmos e ações que geraram sofrimento e desolação".

Amedeo Lomonaco, Silvonei José – Vatican News

"Hoje, a humanidade é chamada a olhar para si mesma sem presunção de superioridade absoluta. De fato, com outros seres vivos não apenas compartilhamos o mesmo planeta, e com alguns, até mesmo o mesmo espaço de vida". Foi o que disse o secretário de Estado, cardeal Pietro Parolin, em sua mensagem em vídeo por ocasião da 5ª Conferência Internacional intitulada: "Exploring the Mind, Body & Soul - How Innovation and Novel Delivery Systems Improve Human Health". O cardeal também salientou que "nossa vida depende de muitos outros organismos e que, sem um ecossistema equilibrado, corremos o risco de um colapso". O secretário de Estado também lembrou algumas afinidades do homem "com o mundo animal, mesmo se o ser humano 'esconde' dentro de si características que o tornam radicalmente diverso dos animais".

Humanitas

Uma primeira dimensão é a racionalidade. "Somos capazes de um alto grau de auto-entendimento. Refletimos não apenas sobre nós mesmos, mas também sobre os outros e sobre o universo ao nosso redor". Outra característica única, disse o cardeal Parolin, é "a consciência moral, que nos permite agir distinguindo entre o que é bem e o que é mal". "Esta referência fundamental nos leva a fazermos questões éticas sobre nossas ações, sobre a sociedade, sobre o uso das ferramentas que desenvolvemos e tornamos socialmente utilizáveis".  Finalmente, "descobrimos em nós a existência de uma dimensão mais inefável: a abertura ao horizonte transcendente que na vida de muitos de nós flui para a experiência religiosa, mas que também nos impele a nos questionarmos sobre as últimas questões e o horizonte que vai além da mera dimensão terrestre". Os antigos pensadores "encerraram esta especificidade e singularidade do ser humano em um único termo, humanitas".

Uma conferência multidisciplinar

Entre os temas abordados durante a Conferência estão ecologia, economia, tecnologias utilizadas no cuidado da saúde, filantropia e altruísmo. O que os une é a referência à pessoa humana. A reunião, que abre on-line hoje, contará com a presença de médicos, cientistas, éticos, líderes religiosos, defensores dos direitos dos pacientes e formuladores de políticas para discutir as últimas descobertas na medicina, cuidados de saúde e prevenção, bem como o significado antropológico e o impacto cultural dos avanços tecnológicos. Na conclusão da Conferência, patrocinada pelo Pontifício Conselho para a Cultura e pela Fundação Cura, o Papa Francisco dirigirá uma mensagem em vídeo aos participantes.

 

08 maio 2021, 16:30