Busca

Vatican News
A preparação da exposição de tapeçarias do artista renascentista na Capela Sistina dentro dos Museus do Papa A preparação da exposição de tapeçarias do artista renascentista na Capela Sistina dentro dos Museus do Papa 

Raffaello Sanzio: Museus Vaticanos nas comemorações ao artista do Renascimento

A diretora dos Museus Vaticanos, Barbara Jatta, explica ao Vatican News que, "apesar das limitações impostas pela Covid-19, importantes iniciativas, também em presença, foram realizadas dentro dos Museus", como é o caso das celebrações dos 500 anos da morte de Raffaello Sanzio. As atividades em honra ao gênio do Renascimento serão contadas em evento on-line e gratuito nesta segunda-feira (12), às 18h na Itália (13h no horário de Brasília).

Andressa Collet - Vatican News

Os Museus Vaticanos já têm nova data de reabertura ao público: em 3 de maio, após o terceiro fechamento por causa da pandemia. Para a nova fase, as medidas sanitárias continuam rigorosas em respeito ao protocolo de segurança para conter a propagação da Covid-19. As celebrações para o V Centenário da morte de Raffaello Sanzio, assim, continuam neste ano de 2021 justamente devido os adiamentos feitos no ano passado por causa da emergência do coronavírus.

Museus Vaticanos em encontro on-line

Nesta segunda-feira (12), a diretora dos Museus Vaticanos, Barbara Jatta, vai abordar o assunto durante um encontro virtual e gratuito a partir das 18h na Itália (13h no horário de Brasília). Na apresentação, mais uma celebração ao grande gênio do Renascimento com uma série de iniciativas direcionadas às obras conservadas nos Museus do Papa. Para participar, basta se conectar à sala de reunião da plataforma Zoom neste link.

O encontro faz parte de uma série do projeto intitulado “O convidado inesperado" do Museu Diocesano de Milão “Carlo Maria Martini”: acontece desde janeiro, uma vez por semana e durante uma hora, com convidados especiais. A plataforma prevê a participação on-line de mil pessoas. O ciclo de encontros termina no início de maio.

500 anos da morte de Raffaello

A diretora dos Museus Vaticanos explica que, "apesar das limitações impostas pela Covid-19, importantes iniciativas, também em presença, foram realizadas dentro dos Museus". É o caso da exposição de tapeçarias de Raffaello na Capela Sistina durante a última semana de fevereiro de 2020, ou da reabertura e recolocação da nova iluminação da oitava sala da Pinacoteca do Vaticano com as tapeçarias restauradas e as três lâminas identificando as três fases da atividade de Raffaello ". As pinturas em questão foram equipadas com as molduras antigas que, como observa Barbara Jatta, foram redescobertas.

Nos Museus do Vaticano, então, o ano de 2021 também será realizado em vista da celebração de Raffaello. A diretora das galerias pontifícias explica que, "se a pandemia nos permitir, estamos planejando realizar uma conferência internacional de estudos que tínhamos pensado em realizar em abril de 2020: está programada para setembro deste ano. Vamos ver se em presença ou à distância". As novidades não terminam aqui, mas continuam ainda sendo um segredo: "falaremos sobre isso mais tarde", afirma Barbara.

As atividades dos Museus Vaticanos, portanto, não param nem mesmo durante a pandemia com uma implementação do setor digital, restaurações importantes como a da Sala de Constantino, ou seja, a quarta "Sala de Raffaello no Vaticano". Barbara Jatta comenta ainda que “as restaurações continuam sobre a última parede e em breve vamos compartilhar". Apesar das incertezas ligadas às restrições impostas pelas medidas para conter o vírus, "estamos indo adiante, como todos", conclui a diretora, "com o privilégio de um grupo de funcionários totalmente vacinado do Vaticano que nos permite trabalhar em presença e com segurança".

Vatican News Service  - PO

12 abril 2021, 14:38