Busca

Vatican News
Cardeal Sebastian Koto Khoarai (Foto: IMBISA) Cardeal Sebastian Koto Khoarai (Foto: IMBISA) 

Primeiro cardeal de Lesoto, Sebastian Koto Khoarai, falece aos 91 anos

O bispo emérito de Mohale’s Hoek, da Congregação dos Oblatos de Maria Imaculada, foi criado cardeal pelo Papa Francisco em 2016.

Vatican News

Faleceu aos 91 anos no último sábado, 17 de abril, o cardeal Sebastian Koto Khoarai, O.M.I., bispo emérito de Mohale’s Hoek (Lesoto). Ele foi criado cardeal pelo Papa Francisco em 19 de novembro de 2016.

O cardeal Sebastian Koto Khoarai, OMI, bispo emérito de Mohale's Hoek (Lesoto), nasceu em 11 de setembro de 1929 em Koaling, na Diocese de Leribe, na então colônia britânica de Basutoland, filho de Mafa Khoarai e Elizabeth 'M'a Khoarai. Foi batizado aos onze anos, em 12 de dezembro de 1940, na Igreja de São Paulo em Butha-Buthe. Concluiu os estudos de filosofia e teologia no Seminário Maior de Santo Agostinho, na cidade de Roma, no Lesoto, no território da Arquidiocese de Maseru, capital do reino. Entrou na Congregação dos Oblatos de Maria Imaculada e em 5 de janeiro de 1950 foi admitido ao noviciado. Em 6 de janeiro de 1951 fez a profissão religiosa.

Ordenado sacerdote em 21 de dezembro de 1956, batizou seu pai dois dias mais tarde. Inicialmente ocupou o cargo de prefeito de disciplina do Seminário Menor da capital, depois tornou-se reitor do Seminário de Leribe.

Nomeado pároco de Mount Royal Mission, também na Diocese de Leribe, foi superior da comunidade dos Oblatos da localidade de Mazenod e posteriormente pároco na mesma localidade. Alguns anos mais tarde, quando o país caminhava para a independência, foi eleito provincial de sua Congregação para a Basutolândia. Em 1971, o arcebispo de Maseru o nomeou vigário geral e pároco da catedral. Em 1975 foi o primeiro diretor nacional das Pontifícias Obras Missionárias no Lesoto e assistente da Comissão para o apostolado dos leigos.

Em 10 de novembro de 1977, com a ereção da Diocese de Hoek de Mohale, Paulo VI o elegeu primeiro bispo da nova sé residencial. E no dia 2 de abril seguinte o arcebispo Alfonso Liguori Morapeli conferiu-lhe a ordenação episcopal na Catedral de São Patrício em Mohale’s Hoek.

Nos anos em que liderou a comunidade local, os batizados aumentaram em mais de 20 por cento, com um número crescente de vocações para o sacerdócio, tanto que o Seminário Maior não conseguiu acomodar a todos.

De 1982 a 1987 foi presidente da Conferência Episcopal do Lesoto e graças também à sua ação, unida à de outros confrades, a Igreja Católica tornou-se a primeira instituição educacional do país.

Em 14 de abril de 1996 e 6 de junho de 2005 fez a visita ad limina Apostolorum e em maio de 2006 apresentou sua renúncia ao atingir o limite de idade. Mas ele permaneceu ao serviço de sua Igreja como administrador apostólico até 11 de fevereiro de 2014, quando o Papa Francisco aceitou sua renúncia ao governo pastoral. Ele foi o primeiro cardeal do Lesoto.

O Papa Francisco o criou cardeal no Consistório de 19 de novembro de 2016, recebendo o Título de São Leonardo da Porto Maurizio em Acilia.

Com sua morte, o Colégio Cardinalício está agora constituído por 224 cardeais, dos quais 126 são eleitores e 98 não eleitores.

19 abril 2021, 13:43