Busca

Vatican News
Cardeal Pietro Parolin Cardeal Pietro Parolin  (Vatican Media)

Parolin ordena bispo, núncio no Benin e Togo: “Seja um bispo com o coração de um pai"

O Secretário de Estado presidiu ontem em Gibraltar a cerimônia de ordenação episcopal de Dom Mark Gerard Miles, novo Núncio em Benin e Togo: "Seja pastor - sua recomendação - com o coração de pai, não de um funcionário".

Salvatore Cernuzio – Vatican News

"Perseverar na humildade, na fidelidade à oração", ser verdadeiramente um bispo pastor e "não ceder ao desânimo e à tibieza", muito menos transformar-se em "um simples funcionário que trabalha por hora e depois se sente livre para seguir seus próprios interesses e atividades".

Ouça e compartilhe!

Foi com este mandato que o Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado do Vaticano, conferiu a ordenação episcopal a Dom Mark Gerard Miles, nomeado em 2 de março passado pelo Papa como Núncio Apostólico no Benin e no Togo. Uma missão que o prelado iniciará em 3 de maio próximo. A cerimônia aconteceu ontem à tarde, Domingo do Bom Pastor, em Gibraltar (Grã-Bretanha), terra onde o novo bispo nasceu em 1967 e foi ordenado sacerdote em 1996.

"Bispo com o coração de um pai".

Em sua homilia, o Cardeal Parolin definiu a ordenação como "ocasião de alegria" como sinal da "vitalidade da Igreja de Gibraltar, que continua a suscitar boas vocações sacerdotais e a colocá-las a serviço da Igreja universal". Exortou, no Dia Mundial de Oração pelas Vocações, "a continuar a rezar pelas vocações ao sacerdócio e à vida religiosa, tanto aqui como no mundo inteiro". O cardeal lembrou então das palavras do Papa em sua mensagem para este dia, ou seja, o convite a "olhar para São José como um modelo de vocação à paternidade espiritual" e a "ter o coração de um pai". Um coração, isto é, "aberto, generoso, firme e compassivo", mas ao mesmo tempo um coração capaz de fortalecer os fiéis "em unidade e caridade" e de "defendê-los dos lobos que atacariam os fracos na fé e os mais necessitados de proteção".

Para ser "aquele tipo de bispo" com aquele "tipo de coração", deve-se cultivar diariamente o amor por Jesus, "o Bom Pastor que foi em busca da ovelha perdida, que confortava os pobres e os desencorajados". "Somente através da constante docilidade aos dons do Espírito Santo derramados em sua ordenação você, como bispo, encontrará a força necessária para perseverar na humildade, na fidelidade à oração e no crescimento na vida espiritual, e no zelo incessante pelo apostolado.

Ao cultivar esses dons, você encontrará a força para não ceder ao desânimo e à tibieza", disse o Secretário de Estado do Vaticano. "Desta forma", ele recomendou ao núncio, "você não será como o mercenário que foge diante do perigo porque não se importa com o rebanho". Nem será transformado em um simples funcionário que trabalha por hora e depois se sente livre para perseguir seus próprios interesses e atividades. Ao invés disso, você será um pastor à imagem do Bom Pastor, pronto para dar sua vida pelas ovelhas".

 O cardeal confiou a nova missão de Dom Miles à "proteção amorosa" de Santa Maria Coroada, venerada como Nossa Senhora da Europa, de São Bernardo, protetor de Gibraltar, e do santo padroeiro São Marcos. Ele concluiu assegurando: "Enquanto você se prepara mais uma vez para passar além das Colunas de Hércules a serviço de Cristo e de sua Igreja, nós o acompanharemos com nosso afeto e nossas orações".

 

26 abril 2021, 13:35