Busca

Vatican News
Água é vida Água é vida 

Projeto Wash, a importância da água nas estruturas de saúde

O Dicastério para o Serviço de Desenvolvimento Humano Integral fornece uma atualização sobre o "Projeto WASH" relativo ao acesso à água potável, saneamento e higiene nas estruturas de saúde de propriedade da Igreja, concebido pelo Dicastério com congregações, bispos, Caritas Internationalis e Global Water 2020.

Silvonei José - Vatican News

Sem água e saneamento adequado, bilhões de pessoas estão em risco, e a importância da higiene é ainda mais evidente neste momento de pandemia. A lembrar-nos disso, na véspera do Dia Mundial da Água, é o Dicastério para o Serviço de Desenvolvimento Humano Integral, que no ano passado anunciou o "Progetto Wash”, junto com a publicação "Aqua fons vitae".

O Projeto

Em uma carta enviada a todos os bispos em agosto de 2020, o Dicastério exortou os prelados a ajudar a garantir condições adequadas WASH "em todos os centros de saúde da Igreja Católica, para tratar os pacientes com segurança, prevenir a transmissão da COVID-19 e outras doenças, bem como proteger o pessoal médico e capelães", e a orientar seu pessoal, "na resposta a uma situação de extrema precariedade experimentada por alguns centros de saúde que operam em áreas pobres ou isoladas".

A Igreja na vanguarda no cuidado com a saúde

A Igreja tem sido pioneira no atendimento à saúde em todo o mundo, sem distinção de qualquer tipo. Na vanguarda deste compromisso, de fato, basta lembrar os Irmãos Hospitaleiros de São João de Deus, conhecidos como Fatebenefratelli, presentes em 52 Estados com 400 centros sociais e de saúde. A "água", explica o Irmão Angel López, diretor do Escritório para Missões e Cooperação Internacional da Cúria Geral, "além de ser um recurso insubstituível de primeira necessidade, para nós é um dos meios mais importantes e econômicos para a prevenção e melhoria da saúde de pessoas de todas as idades".

Contribuições para o projeto

Numerosas Conferências Episcopais, dioceses, congregações e Cáritas responderam ao apelo em 22 países. Atualmente 150 estruturas, desde pequenos dispensários até hospitais, estão passando por uma avaliação detalhada para entender como melhorar de forma sustentável as condições WASH e atender padrões adequados com infraestruturas, equipamentos, manutenção e treinamento. Aloysius John, Secretário Geral da Caritas Internationalis, acredita que isso ajudará a "prevenir a propagação de novas doenças e garantir um atendimento digno aos pacientes nos centros de saúde". Em todo o mundo, muitas organizações locais da Cáritas realizam programas similares garantindo que as paróquias, comunidades, centros de saúde e escolas tenham os meios para proteger a saúde daqueles a quem servem".

Conclusões preliminares

Há uma necessidade urgente de intervenções em algumas áreas e o Dicastério já está trabalhando com parceiros e doadores interessados. Isto é o que emerge de uma avaliação inicial, enquanto se aguarda a publicação do relatório final, prevista para o final deste ano. "Novas iniciativas, como a que está sendo liderada agora pelo Dicastério, estão permitindo que os espinhosos problemas de WASH não só sejam identificados como resolvidos", diz David Douglas, diretor da Global Water 2020 e da Waterlines, e acrescenta, "O apelo à ação da Santa Sé está ajudando a ampliar a possibilidade de um WASH seguro e sustentável, assim como está inspirando outras organizações e governos que administram estruturas de saúde".

A importância da água potável para a União Mundial das Organizações Femininas Católicas

Há áreas do mundo onde a falta de água potável era um problema mesmo antes da epidemia se expandir. A presidente da União Mundial das Organizações Católicas de Mulheres, María Lía Zervino, lembra: "As mulheres membros da UMOFC, que trabalham incansavelmente na base nos diferentes continentes, cuidando de famílias desfavorecidas, dos sem-teto e dos idosos vulneráveis à COVID-19, são testemunhas da extrema necessidade de água potável. Sem investimento para garantir que o direito humano à água potável esteja disponível aos mais necessitados, todos os esforços para educar sobre a saúde serão em vão".

 

 

 

21 março 2021, 15:06