Busca

Vatican News
Papa Francisco com pastor luterano em Tallinn, Estônia, em 25 de setembro de 2018 Papa Francisco com pastor luterano em Tallinn, Estônia, em 25 de setembro de 2018  (ANSA)

Declaração conjunta sobre a Doutrina da Justificação tem versão italiana atualizada

A Declaração Conjunta sobre a Doutrina da Justificação foi assinada em 31 de outubro de 1999 na cidade de Augsburgo pelo bispo luterano Christian Krause e pelo cardeal Edward I Cassidy, pela Santa Sé. O documento estabelece que as confissões católica e luterana professam a mesma doutrina sobre a justificação pela fé, embora com diferentes desdobramentos.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

O Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos (PCPUC) e a Federação Luterana Mundial (FLM) anunciaram com alegria na segunda-feira, 4, a publicação da tradução italiana atualizada da Declaração Conjunta sobre a Doutrina da Justificação (DCDG). A versão atual é um passo significativo dado conjuntamente em um esforço para garantir uma mais ampla divulgação deste histórico acordo ecumênico e sua contínua recepção.

Ao tornar pública a tradução italiana atualizada da DCDG e os textos que a acompanham no dia em que católicos e luteranos recordam o 500º aniversário da excomunhão de Martinho Lutero (3 de janeiro), a FLM e o PCPUC sublinham sua firme intenção de prosseguir juntos o caminho do conflito à comunhão.

Na premissa comum da edição italiana da DCDG, o cardeal Kurt Koch, presidente do PCPUC, e o rev. Martin Junge, secretário geral da FLM, escrevem que “não podemos apagar a história da separação, mas ela pode fazer parte da nossa história de reconciliação”.

Começando a celebrar esta década de eventos históricos que culminarão com o 500º aniversário da Confissão de Augsburgo em 2030, a FLM e o PCPUC têm como ponto de partida a unidade e não a divisão, “para buscar o que é comum no contexto das diferenças, ou mesmo dos contrastes, e neste sentido trabalhar para superar as diferenças que separam as Igrejas” (Do conflito à comunhão, §17).

05 janeiro 2021, 09:11