Busca

Vatican News
Home Page Vatican News em hebraico Home Page Vatican News em hebraico 

Com o hebraico Vatican News dirige-se ao mundo em 36 línguas

O portal de informação da Santa Sé se enriquece. A partir desta quinta-feira (17) oferece conteúdo para os leitores de língua hebraica. Patriarca Pizzaballa: "Trata-se de uma língua simbolicamente importante para nós cristãos".

VATICAN NEWS

Vatican News agora "fala" também em hebraico. O portal de informação multimídia da Santa Sé, inaugurado há três anos, abre novas páginas web, elevando para 36 o número de línguas em que se expressa. Deste modo fortalece o compromisso de levar a palavra e o testemunho do Papa em todas as partes do mundo, ao mesmo tempo em que informa sobre a vida da Igreja universal nos diferentes países.

Ouça e compartilhe!

Mensagem

Por ocasião do lançamento das novas páginas, o Patriarca Latino de Jerusalém, Pierbattista Pizzaballa escreveu uma mensagem afirmando que não é, como se poderia pensar apenas “mais uma língua entre muitas”. O hebraico, afirma Pizzaballa, "é uma língua simbolicamente importante para nós cristãos, porque constitui uma das línguas que estão na raiz da história da Igreja: junto com o grego e o aramaico, é a língua das Escrituras". Naturalmente, ele acrescenta, "o site é em hebraico contemporâneo, uma língua que foi reavivada na era moderna, mas diretamente ligada à língua dos Patriarcas, dos Profetas e dos Reis dos tempos antigos e do povo judeu da época de Jesus".

O Patriarca Latino de Jerusalém traça os esforços feitos pela Igreja na história recente, desde o Concílio Vaticano II, para desenvolver relações amistosas com o povo judeu, para contribuir por um "mundo melhor". O prelado recorda momentos simbólicos, como as visitas dos últimos Papas às sinagogas em várias partes do mundo, encontros com representantes do povo judeu, visitas à Terra Santa, ao Muro das Lamentações e ao Yad Vashem, o memorial Shoah.

Papa Francisco

Papa Francisco dirigiu-se várias vezes aos povos da região e seus líderes, pedindo, não apenas em nome da Igreja, um compromisso renovado para encontrar soluções para os conflitos regionais que impedem a região de viver em justiça, paz e prosperidade. Também por esta razão", escreve Pizzaballa, "é importante que o convite à reconciliação e ao perdão ressoe também em hebraico, um convite que caracteriza o serviço das Igrejas locais da Terra Santa, um convite baseado na vida e na missão de Jesus".

Na realidade língua hebraica não é totalmente nova no mundo das comunicações da Santa Sé: já tinha, de fato, estreado no site da Rádio Vaticano em outubro de 2010, por ocasião da Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para o Oriente Médio, permanecendo até dezembro de 2017. Hoje se inaugura uma nova temporada graças ao compromisso e colaboração do Patriarcado Latino e do Vicariato de São Tiago de Jerusalém.

17 dezembro 2020, 10:46