Busca

Vatican News
Prêmio Ratzinger Prêmio Ratzinger 

O Prêmio Ratzinger 2020 vai para o teólogo Marion e a filósofa Rowland

Na coletiva de imprensa no Palazzo Pio na manhã desta quinta-feira, o presidente do Conselho de Administração da Fundação Ratzinger, padre Lombardi, anunciou os nomes dos vencedores e falou sobre iniciativas futuras. Presente também o cardeal Ravasi, presidente do Pontifício Conselho para a Cultura e membro da Comissão científica da mesma Fundação.

Debora Donnini - Cidade do Vaticano

Ouça e compartilhe!

O emblema ideal do Prêmio Ratzinger, agora em sua décima edição, poderia ser uma fórmula cara a Bento XVI, a da razão aberta, afirmou o cardeal Gianfranco Ravasi na coletiva de imprensa de apresentação da edição 2020. Seu diálogo com o mundo da cultura era baseado no convite para recordar que o conhecimento humano é polimórfico e o canal racional não é o único com o qual se conhece a realidade.

Marion, o ser como dom

 

Este ano o prêmio é concedido ao filósofo e teólogo francês Jean Luc Marion, nascido em Paris em 1946. A sua reflexão desenvolveu-se em torno de duas direções fundamentais, a da história da filosofia e a da fenomenologia.

Discípulo de Derrida, ligado a filósofos do calibre de Lévinas, Ricoeur e Henry, ao contrário de Descartes que colocava o "eu" como pivô, Marion acredita por sua vez que é o outro, com seu amor e com a comunidade, a relação com o outro, o fundamento da consciência de si. Com base nisso, desenvolveu uma fenomenologia do amor e do ser como dom, que tem sua expressão mais completa na obra Étant donné. Essai d'une phénoménologie de la donation.

Marion é Acadêmico da França (2008), autor de inúmeras publicações e diretor de algumas coleções de prestígio. Foi membro do Pontifício Conselho para a Cultura. Colabora regularmente com a revista internacional Communio.

Rowland e o humanismo cristão

 

Com o prêmio atribuído à professora e filósofa australiana Tracey Rowland, a outra vencedora deste ano, padre Federico Lombardi destacaque o prestigioso reconhecimento atinge os 5 continentes, visto agora também a Oceania ser contemplada. Os Prêmios Ratzinger atribuídos tornam-se 22 ao total, de 15 países.

Nascida em 1963, Rowland dedicou duas de suas principais obras ao pensamento de Ratzinger: A fé de Ratzinger. A teologia de Bento XVI (2008) e Bento XVI. Um Guia para os Perplexos (2017).

Rowland obteve seu doutorado na Universidade de Cambridge sobre o tema da relação entre a teologia do século XX e a ideia de cultura, com referência particular à filosofia de Alasdair MacIntyre e à teologia de Henri De Lubac e Joseph Ratzinger. Ela obteve um diploma e um doutorado em teologia na Universidade Lateranense de Roma. 

Atualmente, ela é titular do St. John Paul II Research Chair in Theology da Universidade de Notre Dame da Austrália. É membro do conselho editorial da revista internacional Communio. A sua atividade de ensino e pesquisa abrange vários campos da teologia, em particular a teologia fundamental, a antropologia teológica e o ecumenismo. É membro da Comissão Teológica Internacional desde 2014.

14 de novembro, cerimônia de entrega do Prêmio

 

A entrega do Prêmio está prevista para 14 de novembro no Palácio Apostólico, como nas edições anteriores, pelo Papa Francisco.

“Esperamos - disse o padre Lombardi - que a cerimônia possa se realizar apesar da pandemia. Em caso de cancelamento por motivo de força maior, ou seja, impossibilidade de participação dos dois vencedores, o Prêmio será atribuído da mesma forma para 2020, mas os vencedores serão convidados a participar e receber o Diploma juntamente com os vencedores do próximo ano, 2021".

Iniciativas passadas e futuras

 

O olhar do Padre Lombardi sobre as iniciativas da Fundação vai do passado recente ao futuro. Antes do início da pandemia, recordou que se realizou em Budapeste o IX Simpósio Internacional de Estudos promovido pela Fundação, dedicado ao tema: “A situação econômica, social e espiritual da Europa Central à luz da Doutrina Social da Igreja". O lugar e o tema – de evidente atualidade no contexto europeu atual - foram escolhidos por ocasião do 30º aniversário da queda do Muro de Berlim.

Outros prêmios

 

Nas suas palavras também o significado e a importância do Prêmio "Razão Aberta" em colaboração com a Universidade Francisco de Vitoria de Madrid, que é atribuído anualmente a algumas obras que concretizam a ideia ratzingueriana de "razão aberta", isto é diálogo permanente entre diferentes disciplinas, em particular ciências (matemática, naturais, humanas) e filosofia e teologia.

Na área da Europa centro-oriental, foi desenvolvida outra iniciativa de colaboração, desta vez com a Universidade Estatal polonesa Nicolau Copérnico de Torun. Também aqui foi escolhida a forma do Prêmio - neste caso denominado Ratio et spes, "Razão e esperança" – com a colaboração de um grupo internacional de especialistas na matéria, um artigo científico ou dois de valor particular. O tema foi “A inteligência artificial e suas aplicações, as possibilidades e os questionamentos que coloca para a humanidade de hoje”.

Seminários e bolsas

 

Nos últimos meses do ano passado, a Fundação também havia promovido, em colaboração com o Observador da Santa Sé nas Organizações das Nações Unidas em Roma (FAO, IFAD, PAM), uma série de seminários sobre o tema da "liderança ética" diante dos atuais problemas internacionais. Além das iniciativas dos prêmios e das publicações, somam-se também as bolsas de estudo  para alunos de doutorado enquanto, devido à pandemia e à explosão, foi necessário cancelar o Simpósio Internacional deste ano que estava marcado em Beirute, dez anos após o Sínodo especial sobre o Oriente Médio convocado por Bento XVI.

Padre Lombardi afirma que, no entanto, começaram os trabalhos na esperança de poder realizar um novo Simpósio internacional em 2021. O local previsto é uma Universidade Católica nos Estados Unidos.

“Seria a primeira vez que a Fundação promoveria um Simpósio nos Estados Unidos e, portanto, nesta ocasião o tema giraria em torno do pensamento teológico de Ratzinger-Bento XVI. Esperamos que a pandemia ou outras dificuldades - concluiu - não nos impeçam de levar a cabo este belo projeto”.

01 outubro 2020, 18:37