Busca

Vatican News
Nesta terça-feira, 8 de setembro, Bangladesh registrava 327.456 casos de contágio por Covid-19 e 4.516 óbitos. Nesta terça-feira, 8 de setembro, Bangladesh registrava 327.456 casos de contágio por Covid-19 e 4.516 óbitos.  (AFP or licensors)

Ventiladores doados pelo Papa ajudam pacientes com Covid-19 em Bangladesh

A Santa Sé enviou três ventiladores a Bangladesh em apoio à luta contra o coronavírus: um foi destinado ao Hospital São João Vianney, enqusnto outros dois foram para dois hospitais católicos em Dinajpur e Jessore.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

“O Papa Francisco enviou como doação um ventilador para a Unidade de Terapia Intensiva. É uma bênção para nós. Será muito útil no atendimento aos pacientes com coronavírus”, disse agradecido à Agência Fides padre Kamal Corraya, diretor executivo do Hospital São João Vianney de Tejgaon, em Daca.

A Santa Sé, de fato, enviou três ventiladores a Bangladesh em apoio à luta contra o coronavírus: um foi destinado ao Hospital São João Vianney. Outros dois foram enviados a dois hospitais católicos em Dinajpur e Jessore.

 

O “inimigo invisível” da Covid-19 também atingiu Bangladesh, como explicou o sacerdote. “Durante esta pandemia, o Hospital São João Vianney fez o possível para ajudar as pessoas infectadas que sofrem. Graças aos acordos firmados com o Departamento de Saúde do Governo de Bangladesh, nosso hospital coleta amostras de coronavírus e as envia para exames ao Instituto de Epidemiologia, Controle e Pesquisa de Doenças. Nossos médicos ficam em contato com pacientes positivos para Covid-19 e os aconselham, motivam e fornecem as instruções necessárias. É um grande apoio, principalmente para os mais pobres. Nos últimos meses, coletamos amostras de centenas de pessoas e fornecemos e continuamos a realizar testes regularmente. Estamos prestes a inaugurar uma nova sala de cirurgia que em breve estará totalmente operativa. Nosso hospital oferece atendimento médico a qualquer pessoa que o solicitar”.

O doutor Edwaed Pallab Rozario, médico católico do Hospital São João Vianney, declarou à Fides que “a doação da Santa Sé é uma bênção e é realmente precioso para a pequena comunidade cristã em Bangladesh. É uma grande ajuda para o nosso hospital. Somos agradecidos ao Papa por sua generosidade”.

Também os pacientes expressam gratidão: “Quando soube que o Santo Padre nos havia enviado ventiladores, senti uma grande alegria e esperança”, contou à Fides Tapu Corraya, católico de Daca, contagiado com Covid-19 e agora recuperado.

 

O hospital está operativo desde novembro de 2019, quando o cardeal Patrick D'Rozario, arcebispo de Daca, o inaugurou na presença de autoridades civis e religiosas. Está localizado em uma das áreas mais movimentadas da cidade e nas proximidades da Igreja do Santo Rosário, que tem cerca de 15.000 fiéis, incluindo católicos locais e migrantes.

Em 29 de abril, o hospital teve de ser temporariamente fechado e todos os funcionários - mais de 60 - foram colocados em quarentena após 22 membros da equipe médica terem testado positivo para Covid-19. Posteriormente, após a fase de emergência, retomou totalmente suas atividades, sem consequências graves.

Em Bangladesh, a Igreja Católica administra 12 hospitais, 78 dispensários, 6 hospitais para leprosos, 15 residências assistidas para idosos e deficientes.

Nesta terça-feira, 8 de setembro, Bangladesh registrava 327.456 casos de contágio por Covid-19 e 4.516 óbitos.

(FC/PA - Agência Fides)

08 setembro 2020, 11:03