Busca

Vatican News
Cardel Pietro Parolin Cardel Pietro Parolin 

Cardeal Parolin em Ars e Lourdes em agosto

O cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado da Santa Sé, irá ao Santuário de Ars em 4 de agosto, por ocasião da festa de São João Maria Vianney, e depois ao Aantuário de Lourdes em 15 de agosto, onde ele presidirá a Missa da Assunção.

Adelaide Patrignani e Jackson Erpen - Cidade do Vaticano

Ouça e compartilhe!

A presença do cardeal Parolin em Ars na festa do Santo Cura foi confirmada pelo padre Patrice Chocholski, reitor do santuário, contatado pelo Vatican News. O secretário de Estado da Santa Sé, a convite do Santuário, presidirá a Missa na terça-feira, 4 de agosto, às 10 horas, antes de realizar uma conferência à tarde, às 15 horas, sobre o tema “O Papa Francisco e os sacerdotes, a caminho com o povo de Deus ”.

Um itinerário dedicado ao cardeal Emile Biayenda

 

No mesmo dia, o cardeal Parolin irá inaugurar um itinerário dentro do Santuário, dedicado ao cardeal Emile Biayenda, arcebispo de Brazzaville, Congo, morto em 1977, e cuja causa de canonização está em andamento. A ligação entre o prelado congolês e o Santuário francês remonta ao período de seus estudos, quando estudou no Instituto Católico de Lyon. Ele ia regularmente a Ars para aprofundar a espiritualidade de São João Maria Vianney. Após seu retorno ao Congo, fazia uma parada no Santuário de Ars cada vez que viajava à França.

 

O padre Chocholski explica que a presença do cardeal Parolin na inauguração deste itinerário dedicado a Emile Biayenda é uma maneira de atualizar o carisma do Santo Cura d’Ars após o Concílio Vaticano II em diferentes culturas, portanto também na cultura africana.

Sobre a presença do cardeal Parolin no Santuário do Cura D’Ars e o legado de santidade do cardeal Emile Biayenda, conversamos com o padre Paulo Dalla Déa, da Diocese de São Carlos, sacerdote fidei donum no Santuário francês:

Ouça o padre Paulo Dalla Déa

Este ano  vamos  celebrar  161  anos  da  morte  do  Santo  Cura  D'Ars  e  aqui em Ars nós  teremos  a  presença  de  duas  pessoas  ilustres:  o  cardeal  Pietro  Parolin,  secretário  de  Estado  do  Vaticano, que  virá  para  celebrar  a  Missa  e  dar a sua  conferência,  para  nos  mostrar  o  ponto  de  vista  dele  sobre  o  Cura  D'Ars.  É uma pessoa eminente no  Vaticano, sem  dúvida,  o  segundo  depois  do  Papa, e nós temos  a  honra  de recebê-lo.  E também o monsenhor [Anatole] Milandou, que é o  arcebispo  de  Brazzaville,  que  virá  também  para  dar  uma  conferência  e  para  nos  falar  um  pouco  mais  sobre  o  Cura  D'Ars  africano,  que  é  o  cardeal [Emile] Biayenda, que  está  em  vista  de  beatificação na Congregação  das  Causas  dos  Santos.  Ele era muito devoto do  Cura  D'Ars.  Fez os seus  estudos  sociológicos  aqui  perto, em Lyon,  e  todo  o  tempo  que  ele  esteve  fazendo  os  seus  estudos,  ele  vinha  para  Ars  para  rezar,  para  pedir  ajuda,  para  pedir  inspiração.  Então, é o chamado Cura D'Ars africano, o cardeal Biayenda,  é  inspirado  no  próprio  Cura  D'Ars.  E esse ano nós vamos inaugurar  uma  espécie  de  homenagem  ao  cardeal  Biayenda, que  monsenhor Milandou  vai  benzer  e inaugurar.  Então nós temos toda festa do  Cura d’Ars e  temos  em  relação  a  isso,  temos  também  a  homenagem  ao  cardeal Biayenda, que  está  em  vias  de beatificação.  Mártir da África, um grande homem,  inspirado  na  santidade  do  Cura D’Ars.  Os Santos não estão  nunca  sozinhos,  estão  sempre  com  outros. Ou em vida, ou depois,  eles  inspiram  outros  depois  da  morte. A morte para um Santo,  não  é  alguma  coisa  estéril,  mas  ela  gera  vida,  gera  santidade.  Nesse sentido, que nós  vamos  festejar  o  Cura  D'Ars esse ano. 

Leia tambémCarta do Papa aos presbíteros por ocasião dos 160 anos da morte do Cura D’Ars

Em Lourdes, Missa nos padrões de segurança ligados à pandemia

 

O secretário de Estado da Santa Sé visitará um segundo santuário mariano francês no mês de agosto:  Lourdes, por ocasião da Solenidade da Assunção, em 15 de agosto.

Será a terceira visita do secretário de Estado da Santa Sé à cidade mariana desde a sua nomeação pelo Papa Francisco em 2013. O cardeal Parolin lá esteve em fevereiro de 2017 como enviado do Papa para o Dia Mundial dos Enfermo, retornando quase um ano mais tarde para falar nas Jornadas Internacionais de São Francisco de Sales, dedicadas à mídia católica.

Desta vez, o cardeal celebrará a Missa de 15 de agosto, como parte da 147ª Peregrinação Nacional, organizada pela família Assunção. Um evento que se realizará este ano sem a presença de fiéis doentes devido a medidas preventivas ligadas à epidemia de Covid-19. Aqueles que não poderão ir ao Santuário de Lourdes, são portanto encorajados a participar do evento espiritualmente e a acompanhar as cerimônias virtualmente. 

08 julho 2020, 08:38