Busca

Vatican News
Cavaleiro Supremo da Ordem, Carl A. Anderson, no encontro com o Papa Francisco em 10 de fevereiro de 2020 Cavaleiro Supremo da Ordem, Carl A. Anderson, no encontro com o Papa Francisco em 10 de fevereiro de 2020  (Vatican Media)

Fundador dos Cavaleiros de Colombo será beatificado em breve: vanguarda da promoção do papel dos leigos na Igreja

Ao encontrar o prefeito da Congregação para as Causas dos Santos na terça-feira, 26, o Papa Francisco aprovou o decreto que reconhece o milagre atribuído à intercessão do Venerável Servo de Deus Michele McGivney, sacerdote diocesano, fundador da Ordem dos Cavaleiros de Colombo, v.d. The Knights of Columbus.

Vatican News

Grande alegria na Ordem dos Cavaleiros de Colombo pela futura beatificação de seu fundador, padre Michael McGivney. Na terça-feira, 26, o Papa Francisco aprovou a promulgação do decreto que reconhece um milagre atribuído à intercessão do sacerdote, morto provavelmente de tuberculose em New Haven, Connecticut, em 1890, durante a epidemia de gripe que atingiu a cidade.

O milagre - relata um comunicado dos Cavaleiros de Colombo - remonta a 2015 e diz respeito a uma criança estadunidense curada no ventre de sua mãe de uma situação que colocava em risco sua vida, depois que a família invocou a intercessão do sacerdote. A causa de beatificação foi iniciada em 1997 na Arquidiocese de Hartford.

 

"O padre McGivney inspirou gerações de católicos a arregaçar as mangas e colocar a fé em prática", explicou Carl A. Anderson, Cavaleiro Supremo da Ordem, ao comentar a notícia divulgada nesta quarta-feira. "Ele esteve na vanguarda da promoção do papel dos leigos na Igreja. Hoje seu espírito continua a moldar a extraordinária obra de caridade dos Cavaleiros, que continuam a trabalhar em favor das faixas mais marginalizadas da sociedade, como havia feito pelas viúvas e órfãos nos anos 80 do século XIX", acrescentou.

Nascido em 1852 em Waterbury, Connecticut, filho de imigrantes irlandeses, primogênito de 13 filhos, padre McGivney era uma figura proeminente na Igreja nos Estados Unidos do século XIX. Ordenado sacerdote em 1877, exerceu seu ministério na numerosa comunidade irlandesa-estadunidense primeiro como vice-pároco em New Heaven, e mais tarde como pároco em Thomaston, não muito distante de sua cidade natal, passando a ser reconhecido como homem de profunda fé e "Bom Samaritano".

 Juntamente com um grupo de católicos leigos, fundou em 1882 os Cavaleiros de Colombo, nascida como uma associação para apoiar a fé e ajudar as famílias em dificuldades econômicas devido à doença ou morte do pai da família.

Hoje a organização está presente em todo o mundo com mais de um milhão e meio de membros, comprometidos com a evangelização, a caridade, a promoção da integração racial e a defesa da liberdade religiosa. Entre estes, o cardeal Sean O'Malley, arcebispo de Boston e presidente fundador da Pontifícia Comissão para a Proteção de Menores. (LZ)

27 maio 2020, 20:19