Busca

Vatican News
Vaticano - Campo Santo Teutônico Vaticano - Campo Santo Teutônico 

Tomasito: o anjo que descansa ao lado do Papa Francisco

Quando tinha apenas 11 anos, Tomasito faleceu em consequência de um câncer. A sua história é conhecida pelo cardeal Bergoglio, que várias vezes o encontrou. Antes de morrer, a criança pediu para ser sepultada no Vaticano, perto do Papa Francisco, que realizou o seu desejo.

Benedetta Capelli, Silvonei José - Cidade do Vaticano

As crianças sabem como vislumbrar a vida eterna antes de qualquer outra pessoa e, com toda a probabilidade, Tomasito foi capaz de vê-la no meio do sofrimento de uma doença que muitas vezes não deixa escapatória. A sua história é iluminada pela luz da fé - revelada pelo jornal italiano La Stampa - e que também o cardeal Jorge Mario Bergoglio conheceu. Tomasito era de fato sobrinho da secretária de seu vigário geral em Buenos Aires, mons. Joaquín Mariano Sucunza. Na sua ingenuidade especial de criança, no momento da morte, ele expressa o seu maior desejo. Não é uma brincadeira, nem um encontro com uma pessoa famosa, mas ser enterrado no Vaticano perto do Papa Francisco. Tomasito, graças ao Pontífice, descansa no Cemitério Teutônico desde 2015.

Fonte de amor

"É um belo testemunho", explica o Papa, confirmando a sepultura da criança no Vaticano. Para Francisco, "fonte de amor e de calor" é a vida de Tomasito, um menino de onze anos rico de vida, de compromissos, com um coração bom e generoso, no qual cresce o amor a Jesus. Ele é uma pequena planta regada pela fé, suas folhas acariciam a vida dos pais que estão longe de Deus, mas que graças a ele estão unidos no casamento, casando-se na igreja. É o milagre da simplicidade de Tomasito, capaz de sustentar aqueles que, olhando para o avanço de sua doença, gostariam de morrer com ele. "A sua atitude, a sua piedade - enfatiza Francisco - converteu os seus pais".

Pronto para ir

"Preparou-se para morrer": continua o Papa, recordando a sua incrível força de vontade, o seu desejo de não pesar sobre os outros. Ele é uma criança especial porque está completamente imerso no amor de Deus. "O que você ainda gostaria de fazer ou ter?": esta é a difícil pergunta que os pais, em 2013, ano da eleição de Francisco ao trono de Pedro, fazem a Tomasito. Ele decide sem dúvidas: "Só quero uma coisa: ser enterrado perto do Papa no Vaticano". A criança ama Francisco, que encontrou algumas vezes, ama estar perto das pessoas e de quem sofre. Ele quer estar perto delas e o Pontífice se empenha em cumprir esta última vontade. São necessários dois anos, mas no final a urna com as cinzas da criança chega ao coração da cristandade.

Ao lado do Papa

Hoje "a pequena caixa com as suas cinzas - revela o Papa - repousa onde ele queria. A mãe veio encontrá-lo: quando nasceu outro filho, trouxe-o aqui, até o seu irmão". Também a tia, que tanto lhe falava sobre Jorge Mario Bergoglio, atravessou o oceano duas vezes para passar algum tempo com seu sobrinho. Faz bem ao Papa e àqueles que conhecem a história de Tomasito saber  que têm ao seu lado este pequeno anjo, um leve sopro de vida e um terno abraço de amor.

 

06 dezembro 2019, 17:03