Busca

Vatican News
Ministra brasileira Damares Alves Ministra brasileira Damares Alves 

Ministra Damares visita a Rádio Vaticano: “sancionada a lei para as marisqueiras”

A Ministra de Estado da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, acompanhada pelo novo Embaixador do Brasil junto à Santa Sé, senhor Henrique da Silveira Sardinha Pinto visitou a Rádio Vaticano e conversou com Silvonei José. A ministra Damares falou da sua alegria em visitar a Rádio do Papa e em poder se encontrar com Francisco nesta sexta-feira.

Silvonei José – Cidade do Vaticano

Recebemos na manhã desta sexta-feira, 13 de dezembro, nos estúdios da Rádio Vaticano a Ministra de Estado da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, acompanhada pelo novo Embaixador do Brasil junto à Santa Sé, senhor Henrique da Silveira Sardinha Pinto.

A ministra Damares falou da sua alegria em visitar a Rádio do Papa e em poder se encontrar com Francisco nesta sexta-feira, dia em que Bergoglio comemora 50 anos de ordenação sacerdotal.

Sobre o motivo da sua passagem por Roma, a ministra falou de uma agenda com a FAO com a qual está conversando sobre nutrição entre os povos tradicionais do Brasil, combate a fome entre os povos tradicionais e sobre o trabalho voltado às marisqueiras no Brasil. Falando em primeira mão disse da lei sancionada na semana passada voltada para as marisqueiras; a atividade das marisqueiras agora é reconhecida no Brasil.

A ministra Damares também falou sobre seu encontro com a ministra italiana da Familia, um encontro extraordinário, com o convite à homóloga italiana a visitar o Brasil. Falando dos desafios no Brasil citou a proteção dos idosos, com a necessidade de políticas públicas para os idosos. Estamos vivendo neste momento no Brasil algo inédito – disse a ministra -, o Brasil é um país que está envelhecendo; nós estamos com o maior número de jovens da história do Brasil hoje. Segundo a ministra nunca mais teremos tantos jovens no Brasil como hoje, porque a tendência do Brasil é envelhecer, e o Brasil tem poucas políticas públicas voltadas para as pessoas idosas. E a Itália – disse – tem extraordinárias iniciativas voltadas à pessoa idosa, portanto a ministra italiana foi convidada para visitar o Brasil e realizar “rodas de conversa”, seminários, simpósios, discutindo as políticas públicas para a pessoa idosa.

A ministra também falou da expectativa do encontro com o Papa na tarde desta sexta-feira durante a inauguração em Roma de um novo espaço internacional de Scholas Occurrentes. Presente no encontro várias primeiras-damas da América Latina entre as quais a primeira-dama brasileira Michelle Bolsonaro.

Ouça na íntegra a entrevista com a ministra Damares Alves.

Ouça a entrevista

Ministério da Mulher

Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, guiado pela ministra Damares é um dos ministérios que compõem o gabinete executivo do Governo Federal. É o órgão que trata de implementar, promover e assegurar os direitos humanos no Brasil, incluindo a formulação de políticas e promoção de ações voltadas aos direitos da criança e do adolescente, do idoso, defesa dos direitos da cidadania das pessoas com deficiência, dos negros e das mulheres, promovendo a sua inclusão na sociedade.

A ministra Damares Alves é uma mulher tipicamente nordestina. Nascida no ano de 1964 no estado do Paraná, mudou-se aos seis anos de idade para o nordeste, onde morou na Bahia e Alagoas. Formada em Direito pela Faculdade de Direito de São Carlos, e em Pedagogia, pela Faculdade Pio Décimo, a educadora, advogada, assessora parlamentar e defensora dos direitos humanos tornou-se, em meados da década de 80, uma das fundadoras do Comitê Estadual de Sergipe do Movimento Nacional Meninas e Meninos em Sergipe, que tem como principal função social a proteção de crianças em situação de rua. Atuou ainda no final da década de 80 fortemente na defesa dos direitos das mulheres pescadoras e trabalhadoras do campo.

No Congresso Nacional há mais de 20 anos, a advogada é considerada uma referência no combate à pedofilia e a proteção da infância. 

13 dezembro 2019, 13:42