Busca

Vatican News
Maria Emilia Riquelme Maria Emilia Riquelme 

Granada: Beatificação de Maria Emília Riquelme y Zayas

A Congregação da Madre Riquelme se dedica à educação em colégios e residências universitárias, às obras sociais para a promoção das pessoas.

Manoel Tavares - Cidade do Vaticano

O Cardeal Angelo Becciu, Prefeito da Congregação das Causas dos Santos, presidiu em nome do Papa na manhã deste sábado (09/11), na Catedral de Granada, Espanha, à Beatificação de Maria Emília Riquelme y Zayas, fundadora da Congregação das Irmãs Missionárias do Santíssimo Sacramento e de Maria Imaculada.

O milagre atribuído à intercessão da religiosa foi a cura, em 2003, de um homem colombiano, que sofria de pancreatite aguda. A irmã do enfermo, membro da Congregação das Missionárias do Santíssimo Sacramento, pediu a intercessão da sua fundadora para cura de seu irmão. Em 19 de março, a Santa Sé reconheceu o milagre da cura deste homem da Colômbia por intercessão de Madre Riquelme.

Ouça a reportagem completa

Quem era Madre Riquelme

Maria Emília nasceu em Granada, Espanha, em 5 de agosto de 1847. Pertencia a uma família da aristocracia espanhola e recebeu uma excelente formação em francês, canto, equitação e bordado.

Aos 7 anos de idade, recebeu uma visão da Mãe de Deus. Por isso, em sua adolescência, consagrou-se a Nossa Senhora do Carmo, fazendo votos privados de castidade e virgindade.

Maria Emília queria seguir a vida religiosa, mas seu pai a proibia. No entanto, dedicou sua vida às visitas aos mais necessitados em diversas cidades espanholas.

Início da nova Congregação

Com o falecimento de seu pai, a jovem tentou entrar em várias comunidades religiosas, mas não conseguia por causa da sua saúde precária.

Entretanto, a Santa Sé permitiu expor o Santíssimo Sacramento em sua casa. Assim nasceu a Congregação das Irmãs Missionárias do Santíssimo Sacramento e de Maria Imaculada, cujos estatutos foram aprovados, em 1938, pelo Papa Pio IX.

Maria Emília Riquelme faleceu em 10 de dezembro de 1940, em sua cidade natal, Granada, aos 93 anos de idade.

Carisma da Congregação

A Congregação das Missionárias do Santíssimo Sacramento dedica-se, sobretudo, à educação em colégios e residências universitárias. Nos lugares de missão, as Irmãs desempenham um papel importante nas obras sociais para a promoção das pessoas. Além do mais, são responsáveis por duas Capelas de adoração perpétua, em Madri e em Maiorca.

Atualmente a Congregação está presente na Espanha, Portugal, Brasil, Colômbia, Bolívia e Estados Unidos.

09 novembro 2019, 15:17