Busca

Vatican News

Click to Pray eRosary, para rezar pela Paz no Mundo

O dispositivo inteligente e interativo para convidar e acompanhar os jovens a rezar o Rosário foi apresentado nesta terça-feira na Sala de Imprensa da Santa Sé. A iniciativa é da Rede Mundial de Oração do Papa.

Emanuela Campanile - Cidade do Vaticano

Há uma pulseira que é ativada fazendo o sinal da cruz. É um dispositivo inteligente e interativo, que funciona através de um aplicativo para download gratuito, e que foi apresentado na manhã desta terça-feira na Sala de Imprensa da Santa Sé pela Rede Mundial de Oração do Papa.

O App se chama Click To Pray, e a pulseira ClickTo Pray eRosary. Entrar no mundo digital, especialmente dos jovens, para rezar ou aprender a rezar o Rosário, é portanto possível.

Com o novo dispositivo, é possível acessar um guia de áudio com imagens e conteúdos personalizados, com base na antiga oração definida por Santa Teresa de Ávila como um "arco-íris da paz".

O Rosário e a tecnologia

 

A iniciativa, que se insere no Mês Missionário Extraordinário, é um "convite aos jovens para rezar pela paz no mundo", como explica padre Frédéric Fornos, diretor internacional da Rede Mundial de Oração do Papa.

"Durante a Jornada Mundial da Juventude no Panamá – prossegue padre Fornos - o Pontífice havia pedido para ajudar de forma particular os jovens a rezar o Rosário pela Paz Mundial".

De fato, são numerosas as iniciativas propostas para este mês de outubro, "e portanto - acrescenta o diretor da Rede - neste mês, que é o mês do Rosário, queríamos preparar outra modalidade que pudesse ajudar os jovens do mundo digital a rezar o Rosário, com a melhor tecnologia disponível hoje".

Entre as opções oferecidas pelo dispositivo, também a de escolher entre o rosário tradicional e os temáticos, que serão atualizados a cada novo ano.

"De fato, existe uma pedagogia - conclui padre Fornos - que nos ajuda a rezar pelos grandes desafios da humanidade e pela missão da Igreja e este mês é um caminho que indica que no centro, no coração da Igreja, está a oração".

Jovens e oração

 

"Não é verdade que os jovens não são abertos à oração", disse por sua vez padre Tadeusz J. Nowak, secretário geral da Pontifícia Obra da Propagação da Fé. "Claro, hoje existe secularização, os jovens têm outros interesses, mas o coração deles é um coração sensível”.

Da sua experiência como pároco no Canadá, padre Nowak fala do desejo de oração de muitos jovens: "Quando a Boa Nova é apresentada de forma atual como faz nosso querido Papa Francisco, os jovens estão abertos. Quando se reúnem em torno a ele nas Jornadas Mundiais da Juventude, são muitos e rezam com o Papa. Portanto, é importante encorajar os jovens a rezar - conclui o secretário - porque eles têm que enfrentar tantas dificuldades na vida cotidiana. E onde encontram ajuda? Na oração!

15 outubro 2019, 14:12