Busca

Vatican News

Celebradas Exéquias do cardeal William Levada na Basílica de São Pedro

As exéquias do prefeito emérito da Congregação para a Doutrina da Fé, falecido na noite de quinta-feira em Roma aos 83 anos de idade, foram presididas na Basílica de São Pedro pelo cardeal Tarcisio Bertone, junto com os cardeais, arcebispos e bispos. Ao final da celebração eucarística, como de costume, o Papa Francisco presidiu o rito da Ultima Commendatio e della Valedictio.

Emanuela Campanile e Benedetta Capelli - Cidade do Vaticano

Na manhã desta sexta-feira, às 12h00, no Altar da Cátedra da Basílica de São Pedro, teve lugar a celebração das Exéquias do cardeal William Joseph Levada, prefeito emérito da Congregação para a Doutrina da Fé, presididas pelo cardeal Tarcisio Bertone junto com cardeais, arcebispos e bispos. No final da Celebração Eucarística, como de costume, o Papa Francisco presidiu o rito da Ultima Commendatio e da Valedictio.

Ouça e compartilhe!

Com a morte do cardeal Levada, não-eleitor, o Colégio Cardinalício está assim composto: 212 cardeais no total, dos quais 118 eleitores e 94 não eleitores.

Dedicação à Igreja

 

Nascido em Long Beach, Arquidiocese de Los Angeles, em 15 de junho de 1936, após ser ordenado sacerdote na Basílica de São Pedro em 20 de dezembro de 1961, por cinco anos desenvolveu atividades paroquiais em Los Angeles, trabalha como primeiro  diretor da Educação permanente para o clero e ensina Teologia no St. John's Seminary School of Theology.

Em 1976 é chamado para o serviço da Santa Sé como oficial da Congregação para a Doutrina da Fé. Durante esses anos, ensinou Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana. Em 1982, tornou-se Diretor Executivo da Conferência Episcopal da Califórnia. Em 25 de março de 1983, João Paulo II o nomeou bispo auxiliar de Los Angeles. Ele recebeu a ordenação episcopal em 12 de maio do mesmo ano.

Em 1° de julho de 1986  foi promovido à sede arquiepiscopal de Portland, Oregon. Nos nove anos de serviço pastoral em Portland, dedicou-se às vocações sacerdotais e à melhoria do seminário no Monte Angel, onde ensinava eclesiologia. Em 1995, é nomeado arcebispo de São Francisco. De 1986 a 1993,  foi o único bispo dos EUA no Comitê editorial da Comissão para o Catecismo da Igreja Católica. Ele é o autor do Glossário publicado na segunda edição em inglês do Catecismo.

Em 1997, participa da Assembleia Especial para a América do Sínodo dos Bispos e mais tarde foi nomeado membro do conselho pós-sínodal. No decorrer do ano 2000, foi nomeado bispo co-presidente do Diálogo Anglicano-Católico dos Estados Unidos da América (ARC-EUA). Em novembro daquele ano, torna-se membro da Congregação para a Doutrina da Fé.

Em 2003, organiza a celebração do 150º aniversário da Arquidiocese de São Francisco e inicia o triênio de presidência do Comitê da Conferência Episcopal dos Estados Unidos sobre Doutrina. Em 13 de maio de 2005, Bento XVI o nomeou prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, substituindo o então cardeal Joseph Ratzinger. Em 2006, foi criado cardeal no Consistório de 24 de março. A partir de 2 de julho de 2012, tornou-se prefeito emérito da Congregação para a Doutrina da Fé, presidente emérito da Pontifícia Comissão "Ecclesia Dei", presidente emérito da Pontifícia Comissão Bíblica e da Comissão Teológica Internacional.

27 setembro 2019, 13:29