Cerca

Vatican News

Hospital Bambino Gesù e Equador assinam memorando de entendimento

A assinatura de um memorando com o Equador para o desenvolvimento da assistência médica pediátrica no país sul-americano, é mais um passo do Hospital Pediátrico "Bambino Gesù" no compromisso de prestar ajuda às "periferias do mundo".

Patricia Ynestroza e Amedeo Lomonaco - Cidade do Vaticano

Cuidar das crianças com doenças cardíacas, formar médicos e promover uma frutuosa troca de conhecimentos. Estes são alguns dos objetivos do memorando assinado na quarta-feira, 10, pela presidente do Hospital Bambino Gesù, Mariella Enoc, e pela esposa do presidente do Equador, Rocío González de Moreno.

Trata-se de um novo e precioso documento, assinado alguns dias após o recente memorando entre a Santa Sé e o Ministério da Saúde da Federação Russa, envolvendo o Hospital do Papa e as instalações sanitárias russas para o desenvolvimento de projetos de assistência médica e de pesquisa científica.

Entre as periferias do mundo

 

Mariella Enoc enfatizou ao Vatican News que o Hospital Bambino Gesù segue o magistério do Papa Francisco e o espírito do Evangelho.

As crianças – recorda ela - estão entre as mais frágeis: vivem na Itália, como nos acampamentos de ciganos e em muitos países do mundo. Alguns destes, inclusive,  são desenvolvidos. Outros - observa a presidente do hospital pediátrico - são países pobres.

Há necessidade de levar pesquisa científica, formação. Não podemos construir novos hospitais. O que damos - explica Mariella Enoc - não é dinheiro, mas nosso conhecimento.

O memorando assinado com o Equador é o primeiro passo para dar início a específicos programas científicos e de saúde. Entre os temas no centro desse compromisso - conclui Mariella Enoc - está o autismo. No Equador, de fato, são múltiplos os esforços para incluir as crianças com déficit cognitivo.

Primeira dama do Equador visita setores do Bambino Gesù

 

O documento assinado na quarta-feira prevê o desenvolvimento de projetos que envolverão o Hospital Pediátrico Bambino Gesù e estruturas de saúde pediátricas equatorianas.

 Antes da assinatura do memorando, a esposa do presidente do Equador, Rocío González de Moreno, foi recebida com um buquê de flores dado a ela por um pequeno paciente.

Então ele visitou alguns pavilhões do hospital. Em particular, ela se entreteve crianças internadas nas Unidades de Cardiologia e Terapia Intensiva.

 A esposa do presidente do Equador, por fim, foi à sala de brinquedos onde doou algumas bonecas. Antes da assinatura do memorando, as crianças deram as boas-vindas aos presentes com um desenho feito por elas e depois cantaram algumas canções.

11 julho 2019, 08:12