Busca

Vatican News

Memorandum entre Santa Sé e Ministério da Saúde da Rússia

O acordo com o Ministério da Saúde da Federação Russa reforça a dimensão internacional do Hospital Pediátrico "Bambino Gesù" de Roma. O mesmo envolverá o hospital e estruturas de saúde russas no desenvolvimento de projetos de assstência médica e pesquisa científica, informa um comunicado

Cidade do Vaticano

Em nome e por conta do Hospital Pediátrico “Bambino Gesù” (Menino Jesus), a Secretaria de Estado da Santa Sé e o Ministério da Saúde da Federação Russa assinaram um Memorandum para reforçar a colaboração bilateral no âmbito da assistência médica e da pesquisa científica. O acordo prevê o desenvolvimento de projetos científicos que envolverão diretamente o referido hospital e as estruturas de saúde da Federação Russa. É o que informa um comunicado da direção do hospital.

O memorandum foi assinado na tarde desta quinta-feira (04/07) em Roma na sede de São Paulo do “Bambino Gesù” pelo assessor para os Assuntos Gerais da Secretaria de Estado da Santa Sé, Mons. Paolo Borgia, e pela ministra da Saúde da Federação Russa, Veronika Skvortsova.

Visita aos laboratórios de pesquisa

Na oportunidade, a ministra russa e sua delegação, acompanhadas da presidente do hospital, Mariella Enoc, visitaram os laboratórios de pesquisa. A delegação era composta pelo embaixador russo junto à Santa Sé, Alexander Avdeev, e pelo diretor do Departamento das Relações Exteriores do Ministério da Saúde, Sergey Muravyev.

O diretor científico do “Bambino Gesù”, Bruno Dallapiccola, junto com o diretor do departamento de Neurociências, Federico Vigevano, “ilustrou aos presentes os mais renovados âmbitos da pesquisa realizada nos mais de 5 mil metros quadrados dos laboratórios: das pesquisas genéticas com sofisticadas tecnologias modernas ao desenvolvimento de terapias celulares e gênicas para o tratamento de leucemias”, lê-se ainda no comunicado.

Evento em coincidência com audiência do Papa a Putin

O Bambino Gesù já é ativo na Rússia com programas de formação especializada no âmbito neurológico e neurocirúrgico através dos médicos do Morozov Children’s Clinical Hospital de Moscou e do Moscou Research and Clinical Center for Neuropsychiatry e mediante projetos de desenvolvimento de protocolos para o diagnóstico e o tratamento de crianças acometidas pela epilepsia.

A assinatura do memorandum para a cooperação em âmbito da saúde e a visita da ministra da Saúde russa ao Hospital Pediátrico da Santa Sé se inserem nas atividades programadas por ocasião da presença na capital italiana do presidente da Federação Russa, Vladimir Putin, que esta quinta-feira foi recebido em audiência no Vaticano pelo Santo Padre, conclui o comunicado.

Ato de assinatura do Memorandum
04 julho 2019, 19:41