Busca

Vatican News
Cardeal Leonardo Sandro em Chicago Cardeal Leonardo Sandro em Chicago 

Na visita a Chicago, card. Sandri também encontra religiosos da Eparquia siro-malabar

Visita do cardeal Sandri ao Seminário Mundelein, onde também está a Universidade Saint Mary of the Lake, que acolhe cerca de 200 seminaristas. Em Chicago, visita o Santuário de Nossa Senhora de Pompéia e o centro dos Padres Carmelitas

Cidade do Vaticano

Na manhã  de segunda-feira, 17, o cardeal Leonardo Sandri visitou o Seminário Mundelein, a cerca de cinquenta quilômetros do centro de Chicago, estrutura que também abriga a Universidade Santa Maria do Lago - ambas instituições educacionais fortemente desejadas pelo então arcebispo cardeal Mundelein - e que atualmente acolhe cerca de duzentos seminaristas de diferentes dioceses dos Estados Unidos, incluindo alguns estudantes das Igrejas Católicas Orientais, como a Igreja Siro-Malabar, que tem sua sede em Chicago.

Nos últimos meses, foram recebidos no local o padre Raniero Cantalamessa e todo o episcopado dos Estados Unidos, para os Exercícios Espirituais vividos como proposta de renovação espiritual e pastoral.

O cardeal visitou a Igreja, a grande biblioteca e o Museu, antes de retornar à cidade, onde presidiu a Celebração Eucarística na Catedral do Santo Nome de Jesus.

 

De lá, deslocou-se para a área da Little Italy, detendo-se em oração alguns minutos no Santuário de Nossa Senhora de Pompeia, onde foi acolhido pelo reitor e por um sacerdote jesuíta de origem italiana, que exerce seu ministério nas escolas da Diocese de Joliet.

No final da tarde, o cardeal foi ao centro dirigido pelos padres carmelitas, onde jantou com os sacerdotes e religiosos da Eparquia siro-malabar, reunidos para alguns dias de retiro espiritual.

O convite aos sacerdotes e religiosos para não “inventar caminhos pessoais”

 

Iniciando a oração após o jantar, o cardeal recordou as intenções apresentadas durante a oração das Ave-Marias do Rosário: a Igreja Siro-Malabar em Kerala e nos países onde se difundiu, o dom da comunhão dentro dela, a capacidade viver esta dádiva banindo todas as formas de litígio e divisão que, além de ferir a face da Esposa de Cristo, escandalizam outros fiéis cristãos e não cristãos, tanto na Índia como no resto do mundo.

O convite aos bispos é para serem autenticamente pais, e aos sacerdotes e às religiosos, a não inventarem caminhos pessoais, mesmo bem inspirados, mas que não são vividos dentro e em benefício da comunidade eclesial, mas como busca de uma afirmação pessoal.

Em diálogo com os presentes na reunião

 

Após a breve meditação, o prefeito respondeu a algumas perguntas que foram livremente formuladas pelos presentes, e que trataram de temas como as dimensões da formação espiritual, teológica, humana e afetiva dos candidatos ao sacerdócio, a formação continuada e necessária por parte dos bispos, o processo de seleção dos bispos e as condições espirituais em responder aos questionários para os processos informativos ou no apresentar um nominativo para que possa ser considerado pelo episcopado, como agir diante das diferentes posições dentro da Igreja, sem tornarem-se líderes de protestos realizados nas modalidades do mundo, como busca de si mesmo mais do que o bem da Igreja, a beleza e a riqueza da liturgia oriental, em particular a siro-malabar, as relações com a Igreja latinas e sírio-malankara na Índia.

 

18 junho 2019, 11:42