Cerca

Vatican News
Reunião do Conselho de Cardeais (foto de arquivo) Reunião do Conselho de Cardeais (foto de arquivo) 

Gisotti: espera-se até o final do ano publicação da nova Constituição Apostólica

A orientação missionária que a Cúria deve assumir cada vez mais à luz da nova Constituição Apostólica, o compromisso a reforçar o processo de sinodalidade na Igreja em todos os níveis, e a necessidade de uma presença maior das mulheres em papeis diretivos nos organismos da Santa Sé foram outros temas abordados durante as sessões de trabalho da 29ª Reunião do Conselho de Cardeais com o Papa Francisco

Raimundo de Lima - Cidade do Vaticano

Concluiu-se no Vaticano a reunião de três dias, realizada de segunda até esta quarta-feira (8, 9, e 10 de abril), do Conselho de Cardeais com o Papa Francisco. Durante a reunião foi estabelecido o procedimento para a consulta sobre a nova Constituição Apostólica, cujo título provisório – como já divulgado – é Praedicate evangelium, disse o diretor interino da Sala de Imprensa da Santa Sé, Alessandro Gisotti, num briefing sobre esta 29ª Reunião do Conselho de Cardeais com o Santo Padre.

Ouça a reportagem!

O esboço da nova Constituição, aprovado pelo Conselho de Cardeais, será gora enviado aos presidentes das Conferências episcopais nacionais, aos Sínodos das Igrejas Orientais, aos Dicastérios da Cúria Romana, às Conferências dos Superiores e das Superioras Maiores e a algumas Pontifícias Universidades aos quais será solicitado que enviem observações e sugestões.

Outros temas abordados

A orientação missionária que a Cúria deve assumir cada vez mais à luz da nova Constituição Apostólica, o compromisso a reforçar o processo de sinodalidade na Igreja em todos os níveis, e a necessidade de uma presença maior das mulheres em papeis diretivos nos organismos da Santa Sé foram outros temas abordados durante as sessões de trabalho.

Prossegue trabalho do Conselho de auxílio ao Papa

Além disso, foi reiterado que o Conselho de Cardeais é um organismo que tem a tarefa de auxiliar o Santo Padre no governo universal da Igreja e que, por conseguinte, sua função não termina com a publicação da Constituição Apostólica.

Na terça-feira (09/04), o cardeal Séan Patrick O’Malley ilustrou ao Papa e ao Conselho os trabalhos da Plenária da Pontifícia Comissão para a Proteção dos Menores, realizada na semana passada.

Reiterado compromisso da Igreja contra os abusos

O purpurado estadunidense agradeceu ao Papa pelo Encontro no Vaticano sobre “A proteção dos menores na Igreja”, realizado em fevereiro passado, e pela recente publicação das normas para o Estado da Cidade do Vaticano, que reforçam o compromisso da Igreja contra toda e qualquer forma de abuso sobre menores e adultos vulneráveis.

Estiveram presentes durante os três dias de reunião os cardeais Pietro Parolin, Óscar Andrés Rodríguez Maradiaga, Reinhard Marx, Séan Patrick O’Malley, Giuseppe Bertello e Oswald Gracias. Além destes, o secretário do Conselho, Dom Marcello Semeraro, e o secretário adjunto, Mons. Marco Mellino.

Próxima reunião

O Santo Padre participou dos trabalhos – como faz habitualmente –, embora tenha se ausentado na manhã desta quarta-feira devido a audiência geral. As sessões de trabalho se realizaram pala manhã das 9h às 12h30 e, na parte da tarde, das 16h30 às 19h locais.

A próxima Reunião do Conselho de Cardeais irá se realizar nos dias 25, 26 e 27 de junho deste ano.

10 abril 2019, 14:53