Cerca

Vatican News

Físico brasileiro comenta Plenária da Pontifícia Academia das Ciências

O professor Vanderlei Bagnato, da USP de São Carlos, é o único membro brasileiro da Pontifícia Academia das Ciências e comentou os trabalhos e a audiência com o Santo Padre.

Bianca Fraccalvieri – Cidade do Vaticano

Concluiu-se na quarta-feira (14/11) a Plenária da Pontifícia Academia das Ciências, realizada na Casina Pio IV, no Vaticano.
Os membros, entre os quais inúmeros prêmios Nobel, debateram o tema “Papéis transformadores da ciência na sociedade: da ciência emergente às soluções para o bem estar das pessoas”.

A Plenária teve início com o Papa Francisco, que recebeu os cientistas em audiência na segunda-feira. Em seu discurso, o Pontífice reiterou a necessidade de uma mudança de estilo de vida para promover um desenvolvimento integral e sustentável.

Participação brasileira

Para o professor da USP de São Carlos, Vanderlei Bagnato, único membro brasileiro da Academia, a mensagem do Papa é clara: a ciência tem que se antecipar aos problemas com os quais a humanidade se confronta diariamente, como a poluição, o uso excessivo de medicamentos e as mudanças climáticas.

“O Papa foi muito feliz: enquanto nos preocupamos em sanar o efeito, seria mais importante combater a causa.”

Ouça o Prof. Vanderlei Bagnato

 

15 novembro 2018, 10:14