Versão Beta

Cerca

Vatican News

Dom Gilson: Sínodo, opção preferencial pelos jovens

Nesta entrevista, Dom Gilson fala sobre as propostas para depois do Sínodo, e ressalta que os jovens devem ser os protagonistas e co-responsáveis.

Silvonei José, Jane Nogara - Cidade do Vaticano

Dom Gilson Andrade da Silva, bispo coadjutor de Nova Iguaçu (RJ), é um dos Padres sinodais presentes no Sínodo sobre os Jovens que está sendo realizado no Vaticano.

Nesta entrevista, ele fala sobre as propostas para depois do Sínodo. Para Dom Gilson os jovens devem ser protagonistas e a Igreja deve fazer a “opção preferencial pelos jovens”. Ele observa que “as propostas não vão muito longe se os jovens não forem co-responsáveis”.

Dom Gilson sugere também a formação de uma “rede de apoio à pastoral juvenil vocacional”. E para as propostas do Sínodo chegarem diretamente aos jovens, o bispo apoia o uso das redes sociais que “são um ótimo instrumento" e diz que as propostas devem “viralizar”, principalmente depois do Sínodo.

Segundo Dom Gilson, devemos criar mais espaço de “escuta” da juventude. Após evidenciar a importância dos resultados do pré-sínodo com os jovens realizado, em março, sugere a criação de um “movimento de escuta dos jovens” dentro das realidades locais, tema muito falado no Sínodo.

17 outubro 2018, 09:20