Versão Beta

Cerca

Vatican News
Papa com migrantes na Audiência Geral Papa com migrantes na Audiência Geral  (AFP or licensors)

Caritas lança “Marcha mundial de Solidariedade” em favor dos migrantes

A “Marcha de Solidariedade” de Roma, com o cardeal Tagle e alguns bispos, é uma entre as muitas que se realizam em vários países, e faz parte da Campanha "Shared the Journey - "Compartilhe a Viagem - promovida pela Caritas Internacional.

Cidade do Vaticano

O Presidente da Cáritas Internacional, Cardeal Luís Antônio Tagle, convida as comunidades de fiéis do mundo inteiro, para contrastar o ódio e o medo, com uma “Marcha de Solidariedade”, de um milhão de quilômetros, de mãos dadas com os Migrantes e Refugiados. 

Esta “Marcha de Solidariedade” faz parte da Campanha “Share the Journey” - “Compartilhe a Viagem” - promovida pela Cáritas Internacional, que partiu, na manhã deste domingo (21/10), do coração da Roma antiga, no Trastevere, da igreja de Santa Maria da Luz.

“O grande desafio, nestes tempos de divisões difíceis - diz o Cardeal Tagle - é opor-se à retórica do medo e do ódio com ações de amor, bondade e misericórdia, como as propostas pela nossa Campanha “Compartilhar a Viagem”.

O cardeal lança a peregrinação mundial

Esta iniciativa, nascida no contexto da campanha de conscientização sobre a migração, lançada, oficialmente, pelo Cardeal Tagle, Presidente da Cáritas Internacional, teve início, por iniciativa do Papa Francisco, no dia 27 de setembro de 2017. “Compartilhar a Viagem” quer ser uma resposta concreta ao apelo do Papa para reforçar a "cultura do encontro", facilitando uma interação positiva entre os migrantes, refugiados e comunidades locais. Trata-se de um primeiro passo rumo à construção de uma sociedade mais unida e inclusiva.

A “Marcha de Solidariedade” de Roma, com o cardeal Tagle e alguns bispos, é uma entre as muitas que se realizam em vários países. 

Organizações da Cáritas - mais de 160 no mundo - no Chile, Nova Zelândia, Canadá, Reino Unido e Estados Unidos já começaram sua marcha com migrantes e refugiados. Muitos outros países estão preparando novas caminhadas.

O incentivo do Papa

Francisco dirigiu neste domingo na Praça são Pedro, no Vaticano, uma saudação especial ao grupo da Caritas Internationalis, guiado pelo seu presidente, cardeal Tagle, com alguns bispos e pessoas provenientes de vários países do mundo.

“Vocês fizeram uma breve peregrinação a Roma para manifestar o desejo de caminhar juntos aprendendo assim a se conhecer melhor. Encorajo esta iniciativa de “compartilhar o caminho”, promovida em muitas cidades e que pode mudar a nossa relação com os migrantes”, disse o Papa na conclusão do Angelus neste domingo na Praça São Pedro, saudando o cardeal Luis Antonio Tagle e demais participantes da caminhada de solidariedade pelas ruas de Roma.

 

 

 

20 outubro 2018, 14:15