Versão Beta

Cerca

Vatican News
Papa Francisco no encontro pré-sinodal no Pontifício Colégio "Maria Mater Ecclesiae" em março de 2018 Papa Francisco no encontro pré-sinodal no Pontifício Colégio "Maria Mater Ecclesiae" em março de 2018  (ANSA)

Padre Douglas: Os jovens, a fé e o discernimento vocacional

Depois de ter acompanhado junto conosco a preparação e o Encontro Mundial das Famílias, o padre Douglas de Freitas Ferreira dá início a uma série de programas dedicados ao Sínodo sobre os jovens.

Padre Douglas de Freitas Ferreira - Cidade do Vaticano

Amigos e Amigas da rádio Vaticano, aqui é o Padre Douglas! Hoje iniciamos uma nova série de programas onde, a pedido de vocês ouvintes, conversaremos sobre a vocação para vida matrimonial à luz do tema que será tratado no próximo Sínodo dos Bispos: Os jovens, a fé e o discernimento vocacional. que acontecerá dos dias 03 ao 28 de outubro, aqui em Roma, e deseja refletir e conversar com todos os jovens - não somente católicos - sobre um momento especial na vida de toda moça ou rapaz: a fé e o discernimento vocacional. (Cfr. IL, n. 1).

Ouça a reflexão

Para iniciar nossa conversa destaco que a palavra vocação, como bem nota o documento de preparação, não diz respeito somente à vida sacerdotal, ou religiosa; diz respeito também à família, a vida profissional, ao papel na sociedade, etc.. Vocação é o chamado a ser/realizar algo que recebemos juntamente com o dom da nossa vida, que percebemos e descobrimos através dos sinais da criação, que está de acordo com o que notamos no profundo do nosso ser e que tem como origem e fim Deus. Vocação é, portanto, uma benção que recebemos de Deus para nós e para benefício de todos.

Mas: como descobrir a vocação ao matrimonio? O documento, no número 113, faz uma pergunta muito séria: «qual a origem desse desejo? (o da vocação) Está realmente a conduzir à «alegria do amor»? E continua, afirmando que: «Com base nesse trabalho de interpretação, torna-se possível fazer uma escolha que não seja apenas o resultado das inclinações ou pressões sociais, mas um exercício de liberdade e responsabilidade. (IL, 113). É exatamente nesse ponto que nos concentraremos nos próximos quatro programas: saber discernir/interpretar com liberdade e responsabilidade, à luz da fé, a vocação ao matrimonio.

E quais as características encontro no chamado vocacional? Qualquer que seja a vocação, em especial do matrimonio, acompanha uma promessa que tem como base e traz consigo o amor - não àquele amoreco romantico da novela ou de certas músicas que se reduz a sentimento abstrato, ou ainda aquele «amor» que se resume a sexo - mas de amor verdadeiro. A nossa primeira tentativa será recuperar o verdadeiro valor e significado que contém a palavra amor.

Agora pergunto: como interpretar e descobrir a promessa? Como interpretar o evento do amor? É verdadeiro amor, ou existem outros fatores que fantasiados de amor tem na verdade outras intenções? À promessa do amor acompanha também o para sempre? ... e aqui uma pergunta que pode surgir: como dizer de amor para sempre no matrimonio sacramento se o padre diz: até que a morte os separe?

Acredito que essas perguntas darão muito o que pensar. Partilhe com os seus amigos, com as pessoas da Igreja, da Escola, da Faculdade. Tente responder sinceramente a essas perguntas de maneira pessoal. E te espero para o próximo programa que falaremos sobre a estrutura do nosso modo de agir para entender o amor! Te convido agora a fazer conosco a oração de preparação ao Sínodo.

Oração pelo Sínodo

 

Senhor Jesus,

a tua Igreja a caminho do Sínodo

dirige o olhar a todos os jovens do mundo.

Pedimos-te que, com coragem,

assumam a própria vida,

olhem para as realidades mais bonitas e mais profundas

e conservem sempre um coração livre.

Acompanhados por guias sábios e generosos,

ajuda-os a responder à chamada que Tu diriges a cada um deles,

para realizar o próprio projeto de vida e alcançar a felicidade.

Mantém aberto o seu coração aos grandes sonhos

tornando-os atentos ao bem dos irmãos.

Como o Discípulo amado,

também eles permaneçam ao pé da Cruz

para acolher a tua Mãe,

recebendo-a como um dom de Ti.

Sejam testemunhas da tua Ressurreição

e saibam reconhecer-te vivo ao lado deles

anunciando com alegria que Tu és o Senhor.

 

08 setembro 2018, 08:44