Cerca

Vatican News
Turismo internazionale, volo aerei, mondo Turismo na era digital 

Dia Mundial do Turismo: veículo de valores e ideais

“Turismo e a transformação digital”: este é o tema proposto para o Dia Mundial do Turismo 2018, promovido pela Organização Mundial do Turismo, que se realiza hoje, 27 de setembro. A mensagem do Cardeal Peter Turkson, Prefeito do Dicastério para o Desenvolvimento Humano Integral e as palavras de Margherita Romanelli, responsável pela comunicação do dicastério vaticano dedicado ao turismo

Cidade do Vaticano

No dia 4 de agosto passado, o cardeal Peter Turkson, Prefeito do Dicastério para o Desenvolvimento Humano Integral divulgou a mensagem para o Dia Mundial do Turismo que é celebrado nesta quinta-feira (27/09) com o tema: “Turismo e transformação digital”.

Na mensagem o cardeal recordava: “O turismo é um veículo efetivo de valores e ideais quando oferece oportunidades para o crescimento da pessoa humana, tanto na sua dimensão transcendente, aberta ao encontro com Deus, quanto na sua dimensão terrena, no encontro com o homem, com outras pessoas e em contato com a natureza”.

Tecnologia digital no turismo

A tecnologia digital transformou radicalmente a modalidade de viver o turismo: tempo de repouso, de férias e de mobilidade em todas as suas formas. “Hoje o turista é digital – declara em uma entrevista ao Vatican News Margherita Romanelli, responsável pela comunicação do Dicastério vaticano para o Desenvolvimento Integral – portanto antes de viajar fisicamente o turista viaja pela Internet”. As últimas tendências demonstram que cerca de 50% dos viajadores digitais inspiram-se em imagens e comentários das redes, e 70% consulta, antes de decidir, vídeos e opiniões de quem já viajou.

Sustentabilidade turística e digital

Em 2017, o setor de turismo internacional registrou um aumento de 7% e se espera ainda um maior crescimento para os próximos anos. O Cardeal Turkson na sua Mensagem recorda também que “esta celebração nos convida a refletir sobre a contribuição dos avanços tecnológicos, não só para melhorar os produtos e serviços turísticos, mas também porque estão inseridos no caminho do desenvolvimento sustentável e responsável”.

“Por isso a sustentabilidade digital não deve ser subestimada – continua Romanelli – o uso dos instrumentos digitais pode ser uma grande oportunidade para que os serviços melhorem, para satisfazer novas necessidades e interesses, mas também deve educar à co-responsabilidade do mundo em que vivemos, “gerando formas de inovação para a recuperação funcional dos desperdícios, da reciclagem e da reutilização criativa que nos ajudam a proteger o ambiente”.

Sínodo dos Bispos sobre os Jovens

No documento do cardeal Turkson recordando a preparação para a próxima Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos sobre os Jovens, há uma referência para a necessidade de oferecer à juventude cursos de formação e educação antropológica, para que possam viver a "era digital" sem ser enganados pelo mundo virtual, que distorce a percepção da realidade e causa perda da identidade da pessoa.

“ Como recorda Papa Francisco: Não podemos viver sozinhos, fechados em nós mesmos, é necessário que a conexão seja acompanhada pelo encontro verdadeiro ”

 

Ouça e compartilhe
27 setembro 2018, 13:57