Versão Beta

Cerca

Vatican News
Madre Carmen Rendíles Martínez é fundadora das Servas de Jesus Madre Carmen Rendíles Martínez é fundadora das Servas de Jesus  (AFP or licensors)

Beatificação da Madre Carmen Rendíles Martínez em Caracas

O cardeal Angelo Amato presidiu este sábado, em Caracas, a beatificação da Madre Carmen Rendíles Martínez, fundadora da Congregação das Irmãs Servas de Jesus.

Cidade do Vaticano

O cardeal Angelo Amato, Prefeito da Congregação das Causas dos Santos, presidiu em nome do Santo Padre neste sábado (16/6) em Caracas, capital da Venezuela, à Beatificação da Madre Carmen Rendíles Martínez, fundadora das Servas de Jesus.

Carmen Rendíles nasceu em Caracas, no dia 11 de agosto de 1903. Ainda jovem, em 1927, entrou para a Congregação francesa das Servas de Jesus do Santíssimo Sacramento, onde se distinguiu por sua inteligência, imensa bondade e sábia prudência.

Nos anos 50, Carmen liderou o processo de renovação da sua Congregação até que, em 1965, fundou uma Congregação venezuelana, que recebeu o nome de "Servas de Jesus", da qual foi Superiora Geral. Em sua nova Comunidade, promoveu um intenso espírito religioso entre as coirmãs.

Graças a Carmen Rendíles, a Congregação das Irmãs Servas de Jesus continuou a crescer e a consolidar-se na Venezuela e na Colômbia.

Santa Carmen Rendíles Martínez faleceu em 9 de maio de 1977.

Em 2017, o Papa Francisco reconheceu a autenticidade de um milagre, realizado por intercessão da Madre Carmen, que ocorreu em Caracas, em 18 de julho de 2003: a cura instantânea de uma grave lesão no braço direito de um médico venezuelano.

Ouça e compartilhe!
16 junho 2018, 08:59