Cerca

Vatican News
Mulher Mapuche Mulher Mapuche 

Plenária da CAL será dedicada à mulher latino-americana

Em caráter excepcional, grupo de mulheres foi convidado a participar da Plenária da Pontifícia Comissão para a América Latina. Audiência com o Papa será em 9 de março.

Cidade do Vaticano -

“A mulher, pilar da edificação da Igreja e da sociedade na América Latina”: este é o tema escolhido pelo Papa Francisco para a Assembleia Plenária da Pontifícia Comissão para a América Latina”, que tem início nesta terça-feira (06/3) no Vaticano e se encerrará sexta-feira, dia 9 de março 2018.

Já que todos os membros e conselheiros da CAL são cardeais e bispos, desta vez – em caráter excepcional – foi convidado para a Plenária um grupo restrito de personalidades femininas provenientes da América Latina, com diferentes cargos de responsabilidade sociais e eclesiais. “Sua presença, competência e experiência serão fundamentais para enriquecer as reflexões e intercâmbio de ideias no decorrer da Assembleia”, lê-se no comunicado de imprensa.

O programa prevê quatro conferências: a Professora Ana Maria Bidegain destacará “os obstáculos e os pontos de força para a promoção da mulher na realidade latino-americana; o Prof. Guzmán Carriquiry falará das mulheres que marcaram “a guinada de uma transformação cultural”; o cardeal Francisco Robles apresentará o tema “a presença de Nossa Senhora e o papel da mulher na evangelização dos povos latino-americanos”, e o cardeal Marc Ouellet, Presidente da CAL falará sobre “a mulher à luz do mistério da Trindade e da Igreja”. Haverá ainda uma série de paineis sobre temas relacionados ao universo feminino.

Papa Francisco

 

Ao final da Plenária, está prevista uma audiência com o Pontífice na manhã de sexta-feira, 9 de março.

A última vez que Francisco falou da situação da mulher latino-americana foi em sua recente viagem ao Peru, em janeiro passado, quando denunciou o “machismo” na região, que comporta discriminações no trabalho, condições de pobreza e indigência e a violência que muitas vezes provoca casos de feminicídio.

Ouça a reportagem
02 março 2018, 11:05