Cerca

Vatican News
Coleta em favor da Terra Santa: apelo particular à generosidade dos fiéis italianos Coleta em favor da Terra Santa: apelo particular à generosidade dos fiéis italianos 

Terra Santa. Card. Sandri, "não deixemos sozinhos nossos irmãos"

“Somos chamados a pensar o que podemos fazer para estar presentes e dar alívio com a nossa generosa contribuição a esses irmãos que sofrem.” Para o prefeito da Congregação para as Igrejas Orientais, um modo concreto é a Coleta da Sexta-feira Santa.

Cidade do Vaticano

“Não os deixemos sozinhos”: são as palavras que o prefeito da Congregação para as Igrejas Orientais, cardeal Leonardo Sandri, reitera para relançar um apelo – mediante a agência Sir – à generosidade para a Coleta em favor da Terra Santa que a Igreja realiza no mundo inteiro tradicionalmente na Sexta-feira Santa.

Sensibilizar os fiéis para a Coleta

Carta em nome do Papa Francisco

Dias atrás o prefeito do dicastério vaticano enviou, como todos os anos, uma carta – em nome do Papa Francisco – a todos os bispos da Igreja católica no sentido de sensibilizar os fiéis para a Coleta.

No texto da carta o cardeal argentino recorda “nossos irmãos da Terra Santa e do Oriente Médio de onde, infelizmente, o grito de milhares de pessoas desprovidas de tudo, por vezes até mesmo da própria dignidade de homens, continua a chegar até nós, afligindo nossos corações, e convidando-nos a abraçá-los com caridade cristã, fonte de segura esperança”, lê-se na missiva.

Trágica situação dos cristãos especialmente na Síria e no Iraque

“Não deixemos sozinhos nossos irmãos cristãos que estão vivendo uma situação trágica no Oriente Médio e especialmente na Síria e no Iraque” – é o apelo do purpurado.

“Todos os dias, nós que vivemos na liberdade e na segurança, recebemos notícias trágicas de vítimas inocentes como são as crianças, vítimas de bombardeios e de violência. Somos chamados a pensar o que podemos fazer para estar presentes e dar alívio com a nossa generosa contribuição a esses irmãos que sofrem.” Para o prefeito, um modo concreto é a Coleta da Sexta-feira Santa.

“Participemos com generosidade e com humildade, oferecendo aquilo que podemos. Essa é a oferta mais generosa e aceita aos olhos de Deus.”

O cardeal Sandri dirige um apelo particular “aos caros irmãos italianos sempre tão generosos com a Terra de Jesus. Em minhas viagens à Terra Santa vi muitas peregrinações das dioceses italianas. Elas são um sinal ulterior, com a Coleta, da proximidade e do apoio aos nossos irmãos que estão ali. Queridos italianos, confiamos muito na generosidade, sensibilidade de vocês, e no sofrimento que carregamos no coração vendo tantas adversidades em nossos irmãos cristãos da Terra Santa”, conclui o purpurado.

O prefeito da Congregação para as Igrejas Orientais recomenda que eventuais apelos “em favor de precisas finalidades beneméritas na Terra Santa não levem a deixar de lado a Coleta com a qual a Custódia franciscana leva adiante sua missão à qual é chamada por desejo dos Papas”.

(Agência Sir)

28 março 2018, 17:15