Versão Beta

Cerca

Vatican News

Card. Hummes: "Papa quer novos caminhos para a Amazônia"

Para o cardeal Presidente da Rede Eclesial Pan-amazônica, REPAM, o Sínodo de 2019 deve determinar e oferecer novos caminhos. E o Conselho pré-Sinodal é "determinante e qualificado".

Cristiane Murray - Cidade do Vaticano

Amazônia: novos caminhos para a Igreja e por uma ecologia integral”. Este é o tema definido pelo Papa Francisco, para o Sínodo para a Pan-Amazônia, programado para outubro de 2019 no Vaticano.

Em sua primeira visita como Pontífice à Amazônia, em janeiro passado, o Papa encontrou e ouviu representantes dos povos nativos e anunciou que naquela mesma tarde (19/01) se realizaria, em Puerto Maldonado, “a primeira reunião pré-sinodal”.

Nesta quinta-feira (08/03), Francisco divulgou os nomes dos integrantes do Conselho pré-Sinodal que trabalharão em parceria com a Secretaria do Sínodo na preparação do evento.
São 18 pessoas, em representação dos nove países que possuem a floresta em seu território: Brasil, Colômbia, Peru, Venezuela, Equador, Bolívia, Guiana, Suriname e Guiana francesa.

Presidente da Rede Eclesial Pan-amazônica, REPAM, o Cardeal Cláudio Hummes é membro do Conselho, cuja primeira reunião será no Vaticano nos dias 12 e 13 de abril, com a presença do Papa Francisco. Confira o comentário de Dom Cláudio, em exclusiva ao Vatican News.

Também nomeado pelo Papa como integrante do Conselho pré-Sinodal, o bispo emérito do Xingu (PA), Dom Erwin Krautler, comenta:

"Fiquei muito contente que o Papa Francisco me nomeou para o Conselho Pré-Sinodal. Há mais de cinquento anos estou lutando e dedicando minha vida aos povos da Amazônia e a defesa meio-ambiente em que esses povos vivem. Sou coordenador da REPAM para o Brasil e secretário da Comissão Episcopal para a Amazônia. Quero contribuir neste Conselho a partir da minha experiência de décadas e acima de tudo do meu amor incondicional aos povos da Amazônia."


 

09 março 2018, 11:49