Versão Beta

Cerca

Vatican News

Neve cobre de branco o Vaticano

Uma massa de ar gelado vinda da Sibéria fez os termômetros despencarem na Europa. Os primeiros flocos começaram a cair sobre a Cidade Eterna nas primeiras horas desta segunda-feira.

Cidade do Vaticano

Quando o dia clareou os romanos se depararam com um fenômeno pouco comum na Cidade Eterna: a neve. De fato, a cidade acordou coberta por uma camada de ao menos cinco centímetros de neve. Não obstante os termômetros marcassem 1°C, a sensação térmica era de temperaturas negativas. Termômetros na periferia chegaram a registrar 7 graus negativos. A última vez que nevou na capital italiana nestas proporções foi em fevereiro de 2012.

O alerta para o fenômeno já havia sido dado pelo serviço metereológico há alguns dias, com a chegada de uma massa de ar gelado vinda da Sibéria. Foram deslocados para a capital veículos apropriados para a retirada de neve das ruas e estradas, sem falar no sal espalhado nas principais artérias da cidade para facilitar a circulação de veículos no trânsito que normalmente já é caótico em Roma.

No domingo, as temperaturas ficaram por volta dos 11°C, mas à medida que a frente fria se aproximava os termômetros começavam a registrar uma brusca queda na temperatura, que chegou aos 3°C por volta das 23 horas.

Neve na madrugada

Photogallery

Neve no Vaticano e em Roma
26 fevereiro 2018, 10:12