Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Veneza Veneza 

Santa Sé participa pela primeira vez da Bienal de Arquitetuta de Veneza

Dez arquitetos irão projetar as capelas para o pavilhão da Santa Sé, incluindo um brasileiro.

Cidade do Vaticano

A Santa Sé participará da 16ª Mostra Internacional de Arquitetura de Veneza – de 26 de maio a 25 de novembro -  com um pavilhão na Ilha de San Giorgio Maggiore.

A “capela no bosque” construída em 1920 por Gunnar Asplund no cemitério de Estocolmo serve de inspiração para o projeto a ser implantado pela Santa Sé na ilha, numa promoção do cardeal Gianfranco Ravasi, coordenado pelo Pontifício Conselho da Cultura e curado pelo professor Francesco Dal Co, historiador italiano de arquitetura.

Dez arquitetos de comprovada experiência  e com formações diferentes, foram convidados a propor e realizar cada um uma capela, usando diferentes materiais.

No projeto e na realização das estruturas será levada em consideração a possibilidade de reutilizar as capelas depois da exposição, na tutela e no respeito do espaço natural circundante.

Arquiteto brasileiro

 

Os arquitetos  da Itália, Espanha, Portugal, Grã Bretanha, EUA, Austrália, Brasil, Japão, Chile, Sérvia e Paraguai são chamados assim a confrontarem-se com um  tipo de construção sem precedentes.

Na mostra cultural, de fato, é usual identificar a capela como ambiente parte de espaços religiosos e ambientes de culto mais amplos, como igrejas e catedrais.

No pavilhão da Santa Sé na Bienal de Arquitetura 2018, pelo contrário, as capelas estarão isoladas, colocadas em um ambiente natural e abstrato, metáfora do peregrinar da vida: o bosque, precisamente.

Pátio dos Gentios

 

Entre as iniciativas promovidas pelo Pontifício Conselho da Cultura no âmbito da participação da Santa Sé na Bienal, estará o evento organizado pelo “Pátios dos gentios”.  No próximo 21 de setembro, de fato, quatro arquitetos de renome internacional debaterão entre si  e com o público sobre o quão fecundo pode ser o diálogo entre arquitetura e espiritualidade, assim como buscar saber em como é interpretada a mensagem contida na Encílica Laudato Si do Papa Francisco.

A apresentação oficial do projeto da Santa Sé e dos arquitetos participantes terá lugar em abril de 2018 na sala de Imprensa da Santa Sé.

Mas também outros arquitetos brasileiros participarão da Bienal de Arquitetura de Veneza. Trata-se de Laura González Fierro, Sol Camacho, Marcelo Maia Rosa e Gabriel Koslowski, com idades entre 30 e 38 anos, com formação no MIT, Harvard, Columbia e Sorbonne.

23 janeiro 2018, 12:25