Versão Beta

Cerca

VaticanNews

As “Divinas Criaturas” interpretam a vida de Jesus nos Museus Vaticanos

Expostos dez trabalhos fotográficos que recriam obras-primas da arte sacra, da Anunciação de Caravaggio à Lamentação sobre o Cristo Morto de Andrea Mantegna, usando como modelos pessoas com necessidades especiais e seus familiares.

Cidade do Vaticano

Pedro é o ‘Angiolino musicante’ de Rosso Fiorentino, Sara interpreta a Nossa Senhora de ‘Annunciata di Palermo’ de Antonello da Messina, Benedetta e Rebecca vestem-se como os dois anjos da “Adorazione del Bambino”, de Gherardo delle Notti.

Estas são algumas das crianças e jovens com necessidades especiais e seus familiares, que se apresentaram como modelos para dar corpo à dez obras de arte sobre a vida de Jesus, da Anunciação à Ressurreição, protagonistas da mostra  “Divine Creature”, inaugurada na segunda-feira, 22,  no Hall dos Museus Vaticanos.

Projetada por Adamo Antonacci e exposta pela primeira vez no “Museo dell’Opera” de Florença e dirigida por Monsenhor Timothy Verdon,  a mostra propõe dez fotografias de Leonardo Baldini que recriam obras-primas da arte sacra, da Anunciação de Caravaggio à Lamentação sobre o Cristo Morto de Andrea Mantegna, até o “Beijo de Judas” de Montanari.

Uma das fotografias é exposta ao lado da obra original conservada nos Museus Vaticanos, enquanto as outras ficam ao lado de reproduções dos quadros originais. Mas também há fotos do backstage.

A mostra, que foi apresentada na segunda-feira, 22, pela Diretora dos Museus Vaticano, Barbara Jatta e por Micol Forti, curador da exposição e da Coleção de Arte Contemporânea dos Museus Vaticano, tem ingresso gratuito e poderá ser visitada até 3 de março de 2018.

23 janeiro 2018, 15:06