Versão Beta

Cerca

Vatican News
Os funerais do Cardeal Andrea Lanza di Montezemolo terão lugar na terça-feira, na Basílica de São Pedro e serão presididos pelo Cardeal Giovanni Battista Re Os funerais do Cardeal Andrea Lanza di Montezemolo terão lugar na terça-feira, na Basílica de São Pedro 

Falece, aos 92 anos, o Cardeal Andrea Lanza di Montezemolo

O Cardeal vinha de uma longa convalescença, tendo sido visitado pelo Papa Francisco em outubro de 2016 no Hospital Villa Betania, em Roma

Cidade do Vaticano

Após uma longa convalescença, faleceu este domingo aos 92 anos, o Cardeal Andrea Lanza di Montezemolo. Os funerais terão lugar na terça-feira na Basílica de São Pedro e serão presididos pelo Cardeal Giovanni Battista Re.

Em uma de suas saídas surpresa do Vaticano, há cerca de um ano, o Papa Francisco o havia encontrado na Casa de cuidados “Villa Betania”, em Roma, onde estava internado.

Nascido em Turim em 27 de agosto de 1925, era filho de Giuseppe Cordero Lanza di Montezemolo, uma das vítimas nas Fossas Ardeatinas e de Amalia Dematteis, ouvinte leiga durante os trabalhos do Concílio Vaticano II.

Diplomata por longos anos, foi Núncio Apostólico em Papua Nova Guiné, Nicarágua, Honduras, Uruguai, Israel, Itália e República de San Marino.

Como Bispo, foi representante da Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém.

Especialista em heráldica eclesiástica, foi idealizador do brasão papal de Bento XVI e também autor de publicação sobre o tema.

Foi Arcipreste da Basílica papal de São Paulo fora-dos-muros de 31 de maio de 2005 a 3 de julho de 2009.

O Papa Bento XVI o havia criado Cardeal no Consistório de 24 de março de 2006.

Em 27 de março de 2011, na qualidade de filho de uma das vítimas, acompanhou o próprio Papa Bento XVI durante visita às Fossas Ardeatinas.

Exatamente neste local seu pai, militar que não aprovou o fascismo e contribuiu para a Resistência, encontrou a morte após ser preso pelos nazistas.

 

 

 

20 novembro 2017, 09:13