Versão Beta

Cerca

VaticanNews
Combate ao vírus zika foi um dos temas em debate no Vaticano Combate ao vírus zika foi um dos temas em debate no Vaticano 

Vírus zika em debate no Vaticano

Quatro cientistas brasileiros participaram do workshop no Vaticano, oportunidade em que foram apresentadas as recentes descobertas no âmbito da Biologia Celular e formas de superar os principais desafios da pesquisa na América Latina.

Bianca Fraccalvieri - Cidade do Vaticano

Realizou-se esta semana, no Vaticano, o Workshop “Biologia Celular e Genética”, promovido pela Pontifícia Academia das Ciências e da Academia das Ciências da América Latina.

O evento reuniu durante dois dias (23 e 24 de outubro) cientistas latino-americanos com o intuito de apresentar as recentes descobertas no âmbito da Biologia Celular e como superar os principais desafios da pesquisa na América Latina.

O Brasil foi representado por quatro cientistas: três convidados e o membro da Pontifícia Academia das Ciências, Prof. Vanderlei Bagnato.

O Dr. Stevens Rehen, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, falou sobre o vírus Zika e os avanços da pesquisa nos últimos 18 meses. O Prof. Elibio Rech, da Embrapa, foi encarregado de apresentar as inovações acerca das tecnologias de fronteira. Já o Prof. Luiz Davidovich, Presidente da Academia Brasileira de Ciências, coordenou no encontro uma sessão sobre cooperação internacional.

Ouça a reportagem completa:

Cientistas brasileiros se reúnem no Vaticano

 

25 outubro 2017, 20:03