Versão Beta

Cerca

S. Francisca Xavier Cabrini, virgem, fundadora do Instituto das Missionárias do Sagrado Coração de Jesus

S. Francisca Xavier Cabrini S. Francisca Xavier Cabrini  (© Missionarie del Sacro Cuore di Gesù)

Francisca nasceu em Sant’Angelo Lodigiano, região da Lombardia, em 15 de julho de 1850. Ao ficar órfã de pai e mãe, quis retirar-se para um convento, mas seu pedido foi rejeitado por causa da sua saúde precária. Então, decidiu cuidar de um orfanato.

Tendo-se formado em magistério, criou, com algumas companheiras, o primeiro núcleo das Irmãs Missionárias do Sagrado Coração, sob a proteção do santo missionário Francisco Xavier. Quando professou os primeiros votos religiosos, quis acrescentar ao seu nome o de Xavier.

Vocação missionária

“Francisca havia entendido que a era moderna seria marcada por enormes fluxos migratórios e por homens, mulheres e crianças em fuga por um futuro melhor e pacífico”. Este caráter profético de Santa Francisca Xavier destaca-se nas reflexões do Papa Francisco. Em uma Carta às Missionárias do Sagrado Coração de Jesus, o Pontífice afirma que Santa Francisca “recebeu de Deus uma vocação missionária particular: formar e enviar mulheres consagradas ao mundo inteiro, com um horizonte missionário sem confins; elas não seriam, simplesmente, auxiliares de Institutos Religiosos ou Missionários masculinos, mas tinham um carisma próprio de vida consagrada; estariam, plena e totalmente, disponíveis a colaborar com as Igrejas locais como também com as diversas Congregações que se dedicavam ao anúncio do Evangelho ad gentes”.

Obras no mundo e Canonização

Foi exatamente o seu carisma que levou Francisca aos Estados Unidos para dar assistência aos italianos, que ali buscavam mais sorte. Também ela, na primeira das suas tantas travessias oceânicas, passou por incômodos, problemas e incertezas de quem deixava tudo à busca de um futuro melhor. Ela também dedicou sua vida aos órfãos e enfermos, criando centros de assistência na Itália, Espanha, Grã-Bretanha e em várias regiões dos Estados Unidos, América Central, Argentina e Brasil.

Santa Francisca Xavier Cabrini morreu em 22 de dezembro de 1917 no hospital para Migrantes, que ela mesma havia construído em Chicago. Seu corpo foi trasladado para Nova Iorque à “Mother Cabrini High School”. Foi proclamada Santa por Pio XII em 7 de julho de 1946; graças ao seu trabalho, em 1950, tornou-se “Padroeira Celeste de todos os Migrantes”.