Busca

Vatican News

Mensagem do Papa aos pobres: “Entre vocês estão os santos escondidos"

Mensagem em vídeo do Papa Francisco por ocasião do 5° Dia Mundial da Paz. A Organização "Fratello" em resposta ao apelo de fraternidade do Papa em Assis fez uma cadeia de orações de meia hora com pobres de várias partes do mundo O Papa enviou sua mensagem em vídeo para o evento

Vatican News

A organização "Fratello" organizou meia hora de oração mundial em resposta ao paelo de fraternidade lançado pelo Santo Padre em Assis. Na ocasião o Papa fez uma saudação a todos os pobres:

Ouça e compartilhe!

“Como estou feliz por estar com vocês neste dia! Sinto-me muito próximo de todos; quero lembrar a cada um de vocês o quanto Deus nos ama, e o quanto Deus os ama. Sei que muitos de vocês estão passando por situações difíceis, muito difíceis, dolorosas e às vezes insuportáveis (…). Muitos de vocês estão sofrendo na prisão, nas favelas, em uma cama de hospital, nos bairros mais pobres, abandonados, isolados, e às vezes até sofrendo uma guerra, que não buscaram, que é imposta a vocês.  Alguns de vocês hoje não têm mais nada, não sabem se vão comer hoje à noite e onde vão dormir”.

Em seguida proferiu palavras de conforto: “É por isso que peço a Maria, que acolheu plenamente o Espírito Santo, que nos dê agora um pouco de paz, para nos proteger sob seu grande manto de ternura”.

Jesus veio pelos pobres

"A palavra ‘pobre’ - disse o Papa - pode escandalizar algumas pessoas. Mas vendo vocês, quero gritar ao mundo que a Igreja tem a Boa Nova: Jesus precisa de vocês para salvar o mundo, ele veio por nós pobres, os pequenos, os doentes, os feridos da vida, os amargurados, para nos encher com seu amor. Se nos reconhecemos como pobres, reconhecemos uma carência, então Deus pode cobrir essa carência”.

Tesouros da Igreja

O Papa recordou também que o Evangelho nos convida constantemente a sermos pobres: "É mais fácil para um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que para um homem rico entrar no reino dos céus", e Jesus também nos diz: "Cada vez que o fizestes a um desses meus irmãos mais pequeninos, a mim o fizestes! ". Assim como: "Quem acolhe este pequeno, este pobre, em meu nome, acolhe a mim". É por isso, disse o Papa que dizemos que “os pobres são o tesouro da Igreja”. 

“Abençoados sejam os pobres! Esta é a primeira bem-aventurança. Tornar-se pobre de coração é um convite radical a nos despojarmos do que temos, ou do que pensamos ter, de nosso pecado, para deixar Deus vir e nos encher de seu amor. Que o Senhor nos ajude a nos tornarmos muito pequenos, para que Ele seja grande em nós, grande!”. “Vinde, Espírito Santo! Sabemos que o que Deus escondeu dos sábios e dos espertos, Ele revelou aos pequenos. Mostre-nos sua presença doce e alegre. Amém”.

Depois da prece o Papa Francisco pede perdão:

“Peço seu perdão em nome de todos os cristãos que o magoaram, ignoraram e humilharam. Cada homem e cada mulher é o templo de Deus, você é o templo de Deus, você é o tesouro da Igreja. Seu lugar não é na porta das igrejas, mas no coração da Igreja. Saiba que você é o favorito de Deus. Entre vocês estão os santos escondidos”

E por fim o Papa concluiu:

“Eu os encorajo a amar Jesus cada vez mais, a adorá-Lo, Aquele que se faz tão pobre na Eucaristia, a rezar a Ele. Deem-lhe um lugar confortável, o melhor lugar, no estábulo de seus corações, para que ele possa nascer neles. Ser testemunhas de seu amor no mundo”.

14 novembro 2021, 16:00