Busca

Vatican News

Bangladesh comemora independência: o futuro está no diálogo, afirma o Papa

"Peço a todos vocês que continuem em seu empenho de generosidade e de sensibilização junto aos refugiados, aos mais pobres, aos desfavorecidos e aos que não têm voz", disse Francisco ao enviar uma mensagem ao país asiático.

Vatican News

Cinquenta anos de independência e 100 anos de nascimento do xeque Mujibur Rahman: essas duas recorrências foram recordadas pelo Papa Francisco numa videomensagem à população de Bangladesh.

O país hoje, afirma o Pontífice, é uma nação moderna, que se esforça em manter juntos a unidade da língua e da cultura com o respeito pelas diversas tradições e comunidades que habitam o seu território. E foi justamente esta uma das heranças do xeque Mujibur Rahman. Ele promoveu uma cultura do encontro e do diálogo, convencido de que somente numa sociedade plural e inclusiva se pode construir um mundo mais justo e fraterno.

Francisco recordou a visita que fez ao país em agosto de 2017. Bangladesh, disse ele, sempre ocupou um lugar especial no coração dos Papas, fazendo votos de que as boas relações entre a nação e a Santa Sé continuem a florescer, com uma menção especial às relações inter-religiosas.

Generosidade e sensibilização junto aos mais pobres

Declarando-se “amigo de Bangladesh”, o Papa conclui sua mensagem dirigindo-se de modo especial aos jovens, para que renovem o esforço de trabalhar pela paz e a prosperidade da nação.

“E peço a todos vocês que continuem em seu empenho de generosidade e de sensibilização junto aos refugiados, aos mais pobres, aos desfavorecidos e aos que não têm voz.”

24 março 2021, 11:45