Busca

Vatican News

Etiópia e Líbia no coração do Papa

Na Etiópia, o Pontífice exortou a afastar a tentação do confronto armado. Quanto à Líbia, citou o início do “Fórum do diálogo líbico”, que será realizado em Túnis, na Tunísia.

Vatican News

Ao final do Angelus deste domingo, o Papa Francisco manifestou sua preocupação com a situação de dois países: Etiópia e Líbia.

Na Etiópia, o Pontífice exortou a afastar a tentação do confronto armado, convidando todos “à oração e ao respeito fraterno, ao diálogo e à recomposição das discórdias”.

Quanto à Líbia, citou o início do “Fórum do diálogo líbico”, que será realizado em Túnis, na Tunísia.

Devido à importância do evento, o Papa fez votos que neste momento assim tão delicado, seja encontrada uma solução ao longo sofrimento do povo líbico e que o recente acordo para um cessar-fogo permanente seja respeitado e concretizado. “Rezemos pelos delegados do Fórum, pela paz e pela estabilidade na Líbia.”

Ouça a reportagem completa com a voz do Papa Francisco

Beatificação na Espanha

Francisco recordou ainda a beatificação na Espanha, em Barcelona, de Joan Roig y Diggle, leigo e mártir assassinado aos 19 anos durante a guerra civil espanhola.

“Foi testemunha de Jesus no ambiente de trabalho e permaneceu fiel a Ele até o dom supremo da vida”, afirmou o Papa, auspiciando que este exemplo inspire os jovens de hoje e pedindo um aplauso aos fiéis presentes na Praça “por este jovem assim tão corajoso”.

Por fim, o Pontífice recordou a celebração na Itália do Dia de Ação de Graças, cujo tema de 2020 é “Água, bênção da terra”. Ao reiterar a o direito ao acesso universal à agua, Francisco manifestou seu afeto e oração pelo mundo rural, de modo especial pelos pequenos agricultores: “Este trabalho é mais importante do que nunca neste tempo de crise”. 

08 novembro 2020, 13:31