Busca

Vatican News

Papa envia ajudas a familiares de marinheiros vítimas de naufrágio no Japão

A ajuda financeira “será entregue pessoalmente às famílias dos desaparecidos e dos dois sobreviventes, juntamente com um pequeno presente pessoal do Papa Francisco, como demonstração de Sua proximidade e solidariedade.” A ajuda “é acompanhada, desde os primeiros dias da tragédia, por um apoio espiritual, psicológico e personalizado, oferecido às famílias filipinas por uma equipe de profissionais, capelães e irmãs dos Centros Stella Maris daquela Nação”

Vatican News

Ouça e compartilhe

O Papa Francisco, através do Dicastério vaticano para o Serviço de Desenvolvimento Humano Integral, decidiu enviar uma contribuição econômica a todas as famílias dos membros da tripulação do navio M/V Gulf Livestock 1 (39 filipinos, 2 australianos e 2 neozelandeses), que afundou no mar do Japão perto da ilha de Amami Ōshima em 2 de setembro passado, após sofrer uma avaria no motor principal enquanto o tufão Maysak se abatia naquelas horas. O navio havia partido do porto de Napier, na Nova Zelândia, rumo ao porto de Jingtang, Tangshan, na China.

É o que informa esta quarta-feira (21/10) um comunicado do Dicastério vaticano para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral. “A ajuda financeira, em colaboração com as Nunciaturas Apostólicas e as Stella Maris das Filipinas, Austrália e Nova Zelândia, será entregue pessoalmente às famílias dos desaparecidos e dos dois sobreviventes, juntamente com um pequeno presente pessoal do Papa Francisco, como demonstração de Sua proximidade e solidariedade.”

Esta contribuição – prossegue o comunicado – “é acompanhada, desde os primeiros dias da tragédia, por um apoio espiritual, psicológico e personalizado, oferecido às famílias filipinas por uma equipe de profissionais, capelães e irmãs dos Centros Stella Maris daquela Nação”.

“O apoio, que em vista das restrições da COVID-19 tem sido dado até agora através do uso das mídias sociais e de uma plataforma digital, continuará por vários meses. Este trabalho é confiado a Maria Estrela do Mar, protetora dos marinheiros, a fim de que infunda coragem e força a todos os familiares para enfrentar o futuro sem incertezas, mas com confiança e serenidade”, conclui o referido comunicado.

21 outubro 2020, 15:31