Busca

Vatican News
2019.03.12 bambino, neonato, mani

O Papa: construir uma cultura da vida que proteja a dignidade de todos

Na mensagem enviada aos bispos do Reino Unido, o Papa Francisco pede para rezar por todas as famílias, voluntários e profissionais da saúde envolvidos, “muitas vezes heroicamente”, nos cuidados e cura do sofrimento causado pelo coronavírus, e por todos aqueles que, enquanto continua também a “pandemia da pobreza e da guerra”, trabalham “para defender o valor e a dignidade doados por Deus a cada pessoa humana”.

Lisa Zengarini/Mariangela Jaguraba – Cidade do Vaticano

“Escolha a vida”. Este é o tema escolhido para a edição 2020 do Dia pela Vida, iniciativa anual promovida pela Conferência Episcopal da Inglaterra e Gales, junto com os bispos escoceses e irlandeses, para conscientizar a opinião pública das Ilhas Britânicas, “sobre o significado e o valor da vida humana em todas as suas fases e condições”. O dia seria celebrado em 31 de maio, na Escócia, em 21 de junho, na Inglaterra e País de Gales, e em 7 de outubro, na Irlanda, mas devido à atual emergência de coronavírus, as datas provavelmente serão adiadas.

Também este ano, o Papa Francisco enviou uma mensagem assinada pelo secretário de Estado, cardeal Pietro Parolin, sublinhando que o tema “Escolha a vida” é particularmente apropriado no 25º aniversário da Evangelium Vitae”, a Encíclica de São João Paulo II sobre o valor e a inviolabilidade da vida humana.

Ouça e compartilhe

Na mensagem, endereçada ao bispo auxiliar de Westminster, dom John Sherrington, responsável pelo departamento pró-vida da Conferência Episcopal da Inglaterra e Gales, o Papa Francisco pede para rezar por todas as famílias, voluntários e profissionais da saúde envolvidos, “muitas vezes heroicamente”, nos cuidados e cura do sofrimento causado pelo coronavírus, e por todos aqueles que, enquanto continua também a “pandemia da pobreza e da guerra”, trabalham “para defender o valor e a dignidade doados por Deus a cada pessoa humana”.

A mensagem se conclui com os votos de que a atual crise de saúde leve a uma maior compreensão “do imperativo moral de construir uma cultura da vida”, atenta à proteção e promoção “do bem-estar integral de todos os filhos de Deus, começando pelos mais vulneráveis”.

Em nome dos bispos ingleses e galeses, dom Sherrington expressou sua gratidão pela bênção do Papa Francisco a essa iniciativa. “A sua mensagem nos dá esperança e renova o nosso compromisso e ação pelo instinto humano fundamental: o de proteger o mistério da vida em todas as fases”, afirmou o prelado.

“Este ano, a mensagem do Dia pela Vida está focada no cuidado com o nascituro e das mulheres grávidas”, explicou o bispo auxiliar de Westminster, a fim de que “as mentes e os corações possam ser abertos ao verdadeiro dom e à maravilha que é cada nova vida no ventre materno”. O prelado também expressou a gratidão dos bispos a todos os que “trabalham incessantemente para que a vida seja mais completamente protegida pela legislação”.

Como todos os anos, a Conferência Episcopal da Inglaterra e Gales disponibilizou no site “Dia pela Vida” diferentes materiais: orações, informações sobre os apoios disponíveis para mães e seus filhos e alguns testemunhos significativos de mulheres que abortaram e de pessoas que foram tocadas pelo drama do aborto.

 

27 maio 2020, 15:55