Vatican News
Núncio apostólico Gianfranco Gallone com Dom Moses Hamungole Núncio apostólico Gianfranco Gallone com Dom Moses Hamungole 

Papa doa respiradores à Conferência Episcopal da Zâmbia

Os equipamentos foram recebidos por Dom Moses Hamungole, bispo de Monze, que agradeceu ao Santo Padre em nome da Conferência Episcopal, garantindo que os respiradores serão usados para os pacientes mais críticos nos três hospitais católicos.

Vatican News

Ouça e compartilhe!

Aumenta a lista de doações do Papa Francisco para aliviar o sofrimento das populações mais vulneráveis ​​do mundo na atual emergência de Coronavírus. A Santa Sé enviou à  Conferência Episcopal da Zâmbia (ZCCB) três respiradores e vários dispositivos médicos, incluindo máscaras.

O núncio apostólico na Zâmbia e Malawi, Dom Gianfranco Gallone, fez a entrega do material em 25 de maio, informa um comunicado publicado no blog da AMECEA, a Associação de Membros das Conferências Episcopais da África Oriental -.

Os três respiradores são destinados ao Cardinal Adam Memorial Hospital de Lusaka, ao Chilonga Mission Hospital na Província de Muchinga e ao St. Dominic’s' Mission Hospital na Provincia de Copperbelt. 

 

Com esse gesto, Francisco quer dar uma pequena contribuição àqueles que sofrem e não têm meios para se curar, explicou Dom Gallone, acrescentando que o Papa também está preocupado com aqueles que perderam o emprego e não têm mais comida.

Os equipamentos foram recebidos por Dom Moses Hamungole, bispo de Monze, que agradeceu ao Santo Padre em nome da Conferência Episcopal, garantindo que os respiradores serão usados ​​para os pacientes mais críticos nos três hospitais católicos.

Também esteve presente na entrega o secretário permanente do Ministério da Saúde da Zâmbia, Kennedy Malama, que reconheceu a importante contribuição da Igreja local na atual emergência sanitária.

A Igreja na Zâmbia imediatamente se mobilizou para apoiar o programa de ajuda implementado pelo governo de Lusaka. Em abril passado, a Conferência Episcopal criou um fundo especial para financiar a prevenção e ajudar os doentes, mas também os idosos, as pessoas com deficiência mental e física, os órfãos e os mais necessitados.

Estes últimos, também receberam o apoio do "Covid-19 Jesuit Relief", um novo programa de ajudas lançado pela Província da Zâmbia e Malawi da Companhia de Jesus para apoiar as faixas sociais mais vulneráveis.

 Em 29 de maio, havia ao menos 1.057 casos confirmados de coronavírus no país africano, incluindo 779 curas e 7 óbitos. (LZ)

30 maio 2020, 17:13