Busca

Vatican News

O Papa apresenta a Obra do Mestre Fiorito: um grande sonho que dará frutos

Na Cúria Generalícia da Companhia de Jesus, Francisco apresentou os Escritos de padre Angel Fiorito, jesuíta argentino falecido em 2005 que formou muitos discípulos, entre os quais o próprio Papa

Cidade do Vaticano

“Motivo de consolação para nós seus discípulos... são escritos que fazem um grande bem a toda a Igreja, estou convencido disso.” Desse modo, em síntese, no prefácio por ele assinado, o Papa define  edição dos Escritos, os Escritos (mais de 2 mil páginas) de seu formador e padre espiritual o jesuíta Angel Fiorito, publicados em cinco volumes pela La Civiltà Cattolica.

Foi o mesmo pensamento retomado também em seu pronunciamento na Cúria Generalícia da Companhia de Jesus, na presença de jesuítas provenientes do mundo inteiro, na tarde desta sexta-feira (13/12), na qual, tendo ele mesmo proposto fazê-lo, apresentou a Obra ampla e cronológica de seu mestre (de 1952 a 1991).

A ocasião foi especial: este 13 de dezembro, 50 anos atrás Francisco era ordenado sacerdote, “um ministério fecundo a serviço do povo de Deus”, destacou por sua vez o prepósito geral, Pe. Sosa em sua saudação de boas-vindas.

Miguel Ángel Fiorito, diz o Papa no referido prefácio, "era fundamentalmente um homem de diálogo e de escuta. Ele ensinou muitos a rezar, a dialogar em amizade com Deus", tentando tudo, mas "guardando apenas o que é bom". Em suma, um "pai amoroso, mestre paciente e adversário firme" quando necessário, "mas sempre respeitoso e leal, nunca inimigo", capaz de discernir "o tempo de Deus" nas coisas e ensinar que o próprio discernimento é a "cura da cegueira espiritual", aquela "triste doença" que atua como uma tela para a ação divina. A convicção de Francisco é que "estes escritos farão um grande bem a toda a Igreja". Têm a altura de um grande sonho", diz ele, e a esperança é que, de um modo semelhante ao passado, quando marcaram a vida de muitas almas, os pensamentos do "Mestre Fiorito" possam colocar "raízes" e dar "flores e frutos na vida de muitas pessoas".

13 dezembro 2019, 20:00