Busca

Vatican News

Sudão do Sul: novo apelo do Papa para superar a divisão

No Angelus dominical, Francisco evocou o retiro espiritual dos líderes sul-sudaneses no Vaticano, em abril passado, para pedir novamente paz. E expressou mais uma vez o desejo de visitar o país proximamente.

Bianca Fraccalvieri – Cidade do Vaticano

Em suas saudações após a oração mariana do Angelus, o Papa Francisco mais uma vez voltou a falar do Sudão do Sul, pelo qual nutre um afeto particular.

“ Dirijo um pensamento especial ao querido povo do Sudão do Sul. Com a lembrança ainda viva do retiro espiritual para as autoridades do país, realizado no Vaticano em abril passado, desejo renovar o meu convite a todos os protagonistas do processo político nacional a buscar aquilo que une e a superar aquilo que divide, em espírito de verdadeira fraternidade. ”

Ouça a reportagem completa

O Pontífice recordou pretende visitar o país proximamente e que o povo sul-sudanês sofreu muito nos últimos anos e aguarda com grande esperança um futuro melhor, sobretudo o fim definitivo dos conflitos e uma paz duradoura.

“Exorto, portanto, os responsáveis a prosseguirem, sem cansar, o empenho em favor de um diálogo inclusivo na busca do consenso pelo bem da nação. Além disso, expresso o auspício de que a comunidade internacional não deixe de acompanhar o Sudão do Sul no caminho da reconciliação nacional. Convido todos a rezarem juntos por este país, pelo qual nutro um afeto especial.”

Depois dessas palavras, os fiéis na Praça São Pedro rezaram uma Ave-Maria com o Papa.

Além do conflito político irresoluto, o Sudão do Sul tem que enfrentar as cheias que causaram a morte de mais de 50 pessoas e milhares de desabrigados. O país declarou estado de emergência na semana passada.

10 novembro 2019, 12:25