Vatican News
Papa Francisco em visita ao hospital de Zimpeto Papa Francisco em visita ao hospital de Zimpeto  (ANSA)

A presença de um pai: a visita do Papa a Moçambique

Nelson Giovanelli, da Fazenda da Esperança, e Pe. Angelo Romano, da Comunidade de Santo Egídio, fazem um balanço da visita do Papa a Moçambique.

Bianca Fraccalvieri - Cidade do Vaticano

Com a conclusão da 31ª da viagem apostólica do Papa Francisco, agora é tempo de balanços.

Em Moçambique, no seu discurso inaugural, o primeiro pensamento do Papa foi às vítimas dos recentes ciclones Idai e Kenneth.

“ Infelizmente, não poderei ir pessoalmente até junto de vós, mas quero que saibais que partilho a vossa angústia, sofrimento e também o compromisso da comunidade católica para fazer frente a tão dura situação. ”

Nesta comunidade católica está a Fazenda da Esperança, que teve que mudar sua rotina para prestar assistência à população. Nesta situação, afirma Nelson Giovanelli, a presença do Papa Francisco representa a visita de um pai:

Ouça a reportagem completa com a voz do Papa Francisco

Outro momento da visita do Papa a Moçambique foi a visita ao hospital de Zimpeto, onde funciona o projeto “Dream” - um centro promovido pela Comunidade de Santo Egídio em prol das pessoas com HIV/Aids.

Pe. Angelo Romano, que foi inclusive um dos mediadores do acordo de paz de 2016, fala que o Papa deu aos moçambicanos um novo horizonte de luta: não de luta pela independência do passado, mas de luta para a construção do futuro. Ouça acima.

10 setembro 2019, 11:58